Setúbal mais limpo
A Câmara Municipal de Setúbal recebeu propostas de oito empresas, com valores entre três e sete milhões de euros, referente ao concurso público internacional para adjudicação por três anos dos serviços de limpeza urbana da cidade.

O vencedor do concurso público, que deverá ser conhecido dentro em breve, deverá assumir a responsabilidade pela prestação de serviços de recolha e transporte de resíduos sólidos e urbanos, colocação e substituição de contentores, limpeza de arruamentos e outros espaços públicos, bem como a recolha selectiva de resíduos orgânicos de Setúbal.

Segundo um comunicado, emitido na passada semana, da autarquia, «os principais critérios para a adjudicação são o preço, que conta 50 por cento da decisão, a data do início dos trabalhos proposta pelos concorrentes, que vale 20 por cento, e a qualidade técnica apresentada, que representa 30 por cento.

A autarquia propõe ainda entregar a limpeza das freguesias urbanas de São Julião, Santa Maria da Graça, Anunciada e São Sebastião, a uma empresa privada, mas garante que não está prevista nenhuma alteração da taxa de resíduos.

A melhoria da Higiene e Limpeza de Setúbal foi uma das promessas eleitorais do actual presidente da Câmara Municipal, Carlos Sousa, da CDU, que responsabilizou o seu antecessor, Mata Cáceres, do PS, pelo facto de um estudo comparativo se referir a Setúbal como uma das cidades mais sujas do País.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: