Gettysburg foi um enorme passo no desconhecido
Os escravos ainda não foram libertados
A batalha de Gettysburg, na Pennsylvania, travou-se entre 1 e 3 de Julho de 1863, há 140 anos, portanto, e decidiu do curso da Guerra Civil Americana, também conhecida como Guerra da Secessão. As consequências deste encontro sanguinário de que resultaram 51 000 mortos, conduziram, gradualmente, ao afundamento dos Estados Confederados (Sul) e, em última análise, à vitória da União (Norte). O presidente Lincoln tinha esperanças em que esta terrível batalha pusesse fim à guerra e afastasse os Confederados do território da Virgínia. O segundo objectivo foi conseguido, mas o primeiro, não, devido a que o general Meade não tirou dos acontecimentos no campo de batalha as adequadas consequências.

Justiça à americana
O início de Julho marca o primeiro aniversário do Tribunal Criminal Internacional (TCI)(1). Estabelecido pelo Estatuto de Roma em 1998, o documentado fundador foi assinado por cerca de 140 países e ratificado por 90. O TCI é o primeiro tribunal mundial permanente com jurisdição sobre genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra.

Do capitalismo, nem bons ventos...
O exemplo da Sorefame
Os comunistas, organizados no seu partido, o PCP, têm-se revelado como os mais firmes e consequentes defensores dos interesses nacionais. Dos interesses do povo português e dos trabalhadores. Nas várias frentes de luta contra a restauração capitalista assim como nas propostas apresentadas ao povo e aos trabalhadores, o PCP e cada um dos seus militantes transporta para o presente um glorioso passado de luta, de luta e de convergência com as forças progressistas que levou ao derrube do fascismo.