Trabalhadores de Identificação Civil em greve
Os trabalhadores da Direcção de Serviços de Identificação Civil (DSIC) e os trabalhadores com contrato administrativo de provimento que trabalham nos balcões da Direcção Geral dos Registos e do Notariado (DGRN) e nas Lojas do Cidadão iniciaram anteontem uma greve que se prolonga até à próxima terça-feira, 6 de Janeiro.
Os funcionários da DSIC exigem a integração na carreira dos Registos e do Notariado e os trabalhadores das Lojas do Cidadão reivindicam a sua integração no quadro de pessoal da DGRN.
«Em relação a ambas as situações existem compromissos assumidos, sem que o Governo esteja a honrá-los», afirma a Federação dos Sindicatos da Função Pública. O diploma de integração nas carreiras devia ter sido publicado no fim de 2002 para entrar em vigor em Janeiro de 2003 e o secretário de Estado da Justiça assumiu, a 11 de Setembro de 2002, o compromisso de encontrar uma solução definitiva de emprego para os trabalhadores com contrato administrativo. No entanto, «até ao momento ainda nada apresentou de concreto», afirma a federação.
No primeiro dia, 90 por cento dos trabalhadores das Lojas do Cidadão e 50 por cento dos funcionários das direcções dos Serviços de Identificação Civil aderiram à greve.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: