Duas semanas de iniciativas
70 anos do 18 de Janeiro
As comemorações do aniversário da revolta de 18 de Janeiro de 1934, na Marinha Grande, organizadas pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira, começaram segunda-feira. Durante duas semanas, está a ser exibido nas escolas primárias do concelho um filme sobre o que ali sucedeu há 70 anos.
Amanhã, a partir das 21.30 horas, tem lugar um espectáculo, no Sport Operário Marinhense, com o grupo de percussão Tocandar e a Gaitafolia (Associação para o estudo e divulgação da gaita de foles). Na sexta-feira seguinte, dia 16, também a partir das 21.30, Paulo de Carvalho, Manuel Freire e os Hypnotic Session actuam no Parque Municipal de Exposições. As entradas, em ambos os espectáculos, são grátis.
No sábado, dia 10, na Ordem, decorre uma tarde infantil, com o grupo de animação da EPAMG, a partir das 15.30 horas. Para uma semana depois, dia 17, no Parque Municipal de Exposições, está marcado um jantar-convívio (que inclui um programa de animação).
Os documentos deixados ao STIV/CGTP-IN por Manuel Baridó são apresentados publicamente no domingo, dia 11. Para o efeito, a sede do sindicato abre as suas portas, das 15 às 18 horas.
Na quinta-feira, dia 15, no Sport Operário Marinhense, a partir das 21.30 horas, realiza-se um colóquio sobre as leis laborais e a luta dos trabalhadores, no qual participam Joaquim Dionísio (dirigente da CGTP e jurista), Fátima Messias (coordenadora da Federação dos Sindicatos da Cerâmica, Cimento e Vidro), José Fernando (coordenador da União dos Sindicatos do Distrito de Leiria) e Etelvina Rosa (presidente da Assembleia Geral do STIV).
Às 10 horas do dia 18, realiza-se uma romagem aos cemitérios de Casal Galego e da Marinha Grande, para deposição de flores nas campas dos trabalhadores detidos por terem participado no movimento operário de 1934. No cemitério de Casal Galego, junto à campa de José Mendes, será proferida uma intervenção sindical de homenagem aos falecidos.
Às 11 horas, na Praça do Vidreiro, serão proferidas intervenções sindicais sobre o 18 de Janeiro de 1934 e a actual situação social e laboral. O sindicato anunciou que estará presente Manuel Carvalho da Silva, secretário-geral da CGTP-IN.
As comemorações encerram com uma tarde de variedades, a partir das 15.30 horas, na sede da ASURPI.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: