Relações internacionais do PCP
O novo ano inicia-se com uma intensa actividade do PCP no plano internacional.
Na República Popular da China encontra-se desde 8 de Janeiro uma delegação de estudo do PCP que, a convite do Partido Comunista da China, visitará Pequim, Shangai e a Província de Yunnan para contacto directo com a realidade chinesa e a actividade do PCC. A delegação é composta por Jorge Pires, membro da Comissão Política, Manuela Bernardino, membro da Comissão Central de Controle e responsável na Secção Internacional, Luís Fernandes e Ricardo Oliveira, membros do CC, e João Pires, da Comissão Executiva da Direcção da Organização Regional do Porto.
Do Chile acaba de regressar Francisco Lopes, membro da Comissão Política e do Secretariado, que representou o PCP na reunião de partidos comunistas da América Latina e da Europa realizada em Santiago do Chile entre 9 e 11 de Janeiro. Além da participação neste importante espaço de intercâmbio de experiências e cooperação, que reúne pelo terceiro ano consecutivo, Francisco Lopes participou também na «Festa dos Abraços» organizada pelo Partido Comunista do Chile.
Em Berlim, realizou-se em 10 e 11 de Janeiro um encontro de partidos de esquerda da Europa promovido pelo Partido do Socialismo Democrático, em que o PCP esteve representado por Albano Nunes, membro do Secretariado, Pedro Guerreiro, membro do Comité Central e Rui Paz, da Direcção da Organização do PCP na Emigração. O encontro aprovou um «Apelo para a fundação de um partido de esquerda europeu».
O PCP não subscreveu este Apelo com a preocupação, entre outras razões, de assegurar a mais sólida e abrangente cooperação possível dos partidos comunistas e outros partidos de esquerda, designadamente das forças que integram o actual Grupo Unitário de Esquerda/Esquerda Verde Nórdica, dando prioridade à unidade na acção e à cooperação com vista às próximas eleições para o Parlamento Europeu.

Homenagem a dois revolucionários

No dia 11 de manhã a delegação do PCP e mais delegações presentes em Berlim prestaram homenagem à memória dos grandes revolucionários que foram Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht, fundadores do Partido Comunista Alemão, vilmente assassinados em 15 de Janeiro de 1919. O 85º aniversário deste marco histórico do movimento comunista e operário foi assinalado por uma impressionante demonstração de massas junto ao Berlin Friedrichsfeld Memorial no «Cemitério Socialista». Margarida Botelho, da Direcção Nacional da JCP e membro do CC do PCP, que se encontrava de visita a Berlim a convite da FDAJ, a organização de Juventude do DKP, participou também nesta homenagem.
No dia 14 partiu para a Índia a delegação do PCP que participará no Fórum Social Mundial e em diversas iniciativas de carácter internacional promovidas conjuntamente pelo Partido Comunista da Índia (Marxista) e pelo Partido Comunista da Índia. Esta quarta edição do FSM decorre em Bombaim, e a delegação do PCP é constituída por Jorge Cordeiro, membro da Comissão Política e do Secretariado e Ângelo Alves, do Comité Central e da Secção Internacional.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: