Bombardier
Deputados questionam Comissão
Por iniciativa dos deputados do PCP, Ilda Figueiredo e Sérgio Ribeiro, um conjunto de deputados portugueses ao PE dirigiu uma pergunta escrita à Comissão Europeia inquirindo-a sobre que medidas pensa tomar face à anunciada decisão da Bombardier de «desactivar totalmente ou em grande parte - sete unidades na Europa», incluindo em Portugal.
O texto sublinha que tal decisão terá profundos impactos sócio-económicos para regiões afectadas e consequências dramáticas para os trabalhadores e famílias, considerando-a tanto mais injustificada quanto existem projectos de grande vulto, alguns dos quais com financiamento comunitário, que a serem concretizados potenciarão necessariamente a produção neste sector. O caso de Portugal é ainda mais alarmante uma vez que se trata da única unidade de produção de material circulante ferroviário existente no país.
Além dos deputados do PCP, a pergunta é subscrita por Carlos Lage, Helena Torres Marques, Manuel dos Santos, Sérgio Sousa Pinto, Paulo Casaca e António Campos, do PS, Vasco Graça Moura, Joaquim Piscarreta, Carlos Coelho e Regina Bastos, do PSD e Luís Queiró e José Ribeiro e Castro, do CDS-PP.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: