Breves
COIMBRA
Desenvolvimento em debate
Realizou-se no passado sábado, no auditório do Instituto Português da Juventude, em Coimbra, o fórum «O Desenvolvimento do Distrito de Coimbra», promovido pela Organização Regional de Coimbra do PCP.
A iniciativa integra-se num conjunto amplo de acções temáticas em curso que, para lá do necessário levantamento e discussão dos problemas, procuram mobilizar para o protesto associações ou comissões de utentes, directamente no terreno ou através da interpelação junto dos órgão de poder, como a Assembleia da República, os órgãos de poder local ou o Parlamento Europeu.
O ordenamento do território e as assimetrias demográficas, a saúde, a investigação e o ensino, a agricultura, silvicultura, industria e serviços foram alguns dos temas mais abordados pelos intervenientes, tendo-se considerado que as conclusões desta vasta iniciativa merecem a dinamização de um novo encontro a realizar no próximo ano. Até lá, há que continuar a auscultar e a esclarecer as populações no terreno, trabalho fundamental para perceber os problemas e encontrar soluções, consideraram os comunistas.
A fechar o evento, intervieram Armindo Miranda, da Comissão Política do PCP e Ilda Figueiredo, eurodeputada e cabeça de lista da CDU às eleições europeias do próximo dia 13 de junho.
A candidata destacou que o reforço da CDU no Parlamento Europeu assegura a defesa das legítimas aspirações populares ao progresso social e ao desenvolvimento.

BRAGA
Saúde de mal a pior
A Direcção da Organização Regional de Braga (DORB) do PCP considerou, em nota enviada aos órgãos de comunicação social, que o «Governo PSD/CDS-PP está a preparar o terreno para a liquidação do Serviço Nacional de Saúde», facto confirmado pelas linhas políticas de saúde aplicadas no distrito.
Segundo os comunistas, a par do «encerramento de hospitais e serviços para os entregar à iniciativa privada e às Misericórdias» tem-se verificado a supressão de extensões dos centros de saúde em diversos concelhos.
O alerta da DORB à população sublinha ainda que estão a ser feitas nomeações para cargos de chefia e direcção «pela única razão de possuírem o cartão partidário e garantirem a total fidelidade aos partidos do Governo. Nomeações que, tem igualmente que lamentar-se e denunciar-se, tiveram a total conivência da sub-região de Saúde de Braga, também ela partidariamente controlada».
Em face deste cenário, os comunistas do Distrito de Braga entendem que «esta denúncia tem que ser ouvida pela recentemente criada Autoridade Reguladora da Saúde, pelos responsáveis autárquicos, pelos deputados da Assembleia da República e pelo Presidente da República» e merece que o povo mostre ao Governo um significativo cartão vermelho.

ATALAIA
25 de Abril sempre!
Mais de uma centena de pessoas juntaram-se, no passado sábado, na Quinta da Atalaia, para evocar os 30 anos da Revolução de Abril e manifestar a força e actualidade dos seus ideais.
No almoço, promovido pelo Sector do Património do CT Soeiro Pereira Gomes, interveio José Casanova, membro da Comissão Política do PCP e director do Avante!.