Fotos da revolução
Chamava-se «30 Momentos de Abril» a exposição que veio mostrar na Festa imagens do dia 25 de Abril de 1974. Ao mesmo tempo, foi assim prestada homenagem ao autor dessas e de milhares de outras imagens vivas, algumas das quais publicadas no Avante! ao longo de muitos dos 50 anos da carreira de Júlio Diniz.
Pela objectiva do fotógrafo de Almada – onde Júlio Pereira Diniz nasceu, em 1925, e cujo Museu da Cidade mostrou desde o final de 2003 muito do seu espólio – observámos as movimentações militares e populares no Chiado, o casal assassinado pela Pide na Rua António Maria Cardoso, antes da rendição dos últimos esbirros do fascismo, a fragata da Armada que chegou a ser uma ameaça no Tejo... E, na outra banda, vimos a tomada do Cristo-Rei, as primeiras manifestações de apoio ao MFA, as primeiras eleições em liberdade.
«Liberdade» foi o nome da exposição de seis fotógrafos mais jovens, que apresentaram alguns trabalhos mesmo ali ao lado dos «30 Momentos de Abril».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: