Alitalia extingue 3700 empregos
A administração da Alitalia, os sindicatos e o governo chegaram a um acordo, na passada semana, sobre as indemnizações a pagar aos 3 700 trabalhadores que perderão o emprego no âmbito do plano de reestruturação já antes aprovados pelas partes.
O ministro dos Assuntos Sociais, Roberto Maroni, propôs que os assalariados sejam colocados em situação de desemprego técnico durante dois anos antes de beneficiar das indemnizações durante mais três anos. Para o Estado, o custo destas medidas ascenderá a 450 a 500 milhões de euros em cinco anos.
Administração e sindicatos da Alitalia tinham chegado a acordo nas últimas semanas sobre os novos contratos de trabalho dos trabalhadores da companhia e sobre a nova estrutura da empresa, que irá separar os serviços em terra das actividades de transporte aéreo.
A viabilização da companhia aérea prevê ainda um financiamento de cerca de 400 milhões de euros que será garantido pelo Estado.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: