CT de Gaia remodelado
Um motivo de orgulho para o Partido
Foi inaugurado na passada semana o Centro de Trabalho do PCP em Vila Nova de Gaia. Carlos Carvalhas, calorosamente recebido por mais de uma centena de militantes locais do PCP, considerou a reabertura da sede como um motivo de orgulho para os comunistas de Gaia.
Sérgio Teixeira, da Comissão Política, destacou a «grande vitalidade da actividade do Partido no distrito do Porto» e realçou as horas de trabalho militante despendidas por muitos camaradas para que a recuperação do Centro de Trabalho fosse possível. Para Sérgio Teixeira, o aumento das receitas das quotizações – em cerca de 28 por cento – foi também um factor essencial para que a recuperação da velha sede seja, hoje, uma realidade.
Como lembrou Jorge Sarabando, do Comité Central e da DORP, «onde antes existia um edifício degradado, desconfortável e causando sérios riscos para a segurança de quem cá vinha e trabalhava, há agora um edifício renovado, de cara lavada, com telhado novo, canalização e rede eléctrica novas, pavimentos restaurados, assim como janelas, portas e tectos reconstruídos». Lembrando que os recursos financeiros não permitiram ir mais longe, Sarabando destacou o facto de terem sido salvaguardados e valorizados elementos identificadores da traça original.
O membro do Comité Central destacou que «nesta tarefa temos contado, em primeiro lugar, com o esforço militante dos membros do Partido». Em plena crise económica, prosseguiu, «que está a afectar fortemente os rendimentos familiares, num concelho onde se têm multiplicado os encerramentos de empresas, sem alternativas geradoras de emprego, onde os despedimentos são às centenas por mês, onde subsistem os baixos salários, onde tantas pequenas e médias empresas lutam pela sobrevivência, tem sido necessário um grande esforço para cumprir os objectivos». Jorge Sarabando registou, depois, a contribuição solidárias de muitos comunistas, mas também a contribuição de cidadãos independentes.
Para o membro do Comité Central, o Centro de Trabalho remodelado permitirá «servir melhor o Partido, para funcionarmos em melhores condições, aqui podermos trazer mais gente, gente de trabalho, comunistas e outros democratas, desta casa fazendo um espaço de fraternidade e camaradagem, um espaço de convívio e cultura, onde se anime a cidadania participativa, onde se preparem lutas e mais lutas contra a política de direita».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: