Suspensa greve na CP
A greve de 24 horas, nas empresas do Grupo CP, foi suspensa pelo SNTSF e os outros seis sindicatos que haviam convocado a paralisação para dia 2 de Dezembro. Reunidas a 30 de Novembro, aquelas estruturas representativas dos ferroviários verificaram que a marcação da greve «obrigou as empresas a passarem de uma situação de imposição, para um processo de negociação, com a manutenção dos direitos». Em comunicado conjunto, reafirmaram que os direitos «devem manter-se até se concluir o processo de negociação».
A pretexto do Código do Trabalho, houve instruções de administrações para que o direito a faltar dois meios dias por trimestre, conquistado pelos trabalhadores da CP ainda no tempo do fascismo, deixasse de vigorar desde o primeiro dia útil deste mês.
Para dia 15 está marcada nova reunião, aberta a outros sindicatos e às comissões de trabalhadores, a fim de analisar as propostas das empresas.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: