Onda de morte abala Ásia

O maremoto que devastou oito países do Sul e Sudoeste asiático, na sequência do sismo de domingo ao largo da ilha indonésia de Samatra, poderá ter originado cerca de 40 mil mortos e 30 mil desaparecidos. Neste balanço incluem-se cinco cidadãos portugueses desaparecidos na Tailândia.
O maremoto, que percorreu o oceano Índico, foi provocado por um sismo de magnitude 9 na escala aberta de Richter ao largo da Indonésia, o que precipitou verdadeiras muralhas de água sobre milhares de quilómetros de costas.
Na madrugada de terça-feira, o número de mortos confirmados era de 24 600 segundo os balanços fornecidos pelos vários países afectados, mas continua a aumentar fortemente, devido a um crescimento brutal na Indonésia. Esta nova estimativa, caso se confirme, vai elevar o balanço total para 40 mil mortos no melhor cenário e mais 50 mil na pior das hipóteses.
Para além disso, este balanço poderá disparar drasticamente porque há outras 30 mil pessoas dadas como desaparecidas só nas ilhas de Andaman e Nicobar, do arquipélago a sudeste do Golfo de Bengala (Índia), no Oceano Índico.
O país mais castigado foi o Sri Lanka, onde o último balanço apontava para perto de 12 mil mortos e 2 mil desaparecidos. Na Índia, estão contados cerca de 6800 mortos, 3 mil apenas no Estado de Tamil Nadu e outros tantos nas ilhas de Andaman e Nicobar.
Na Tailândia, as autoridades anunciaram um balanço provisório de perto de mil mortos entre os quais mais de 700 turistas estrangeiros. Entre os desaparecidos contam-se cinco cidadãos portugueses, tendo outros 10 portugueses ficado feridos, de acordo com o mais recente balanço do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A Malásia anunciou 60 mortos, a Birmânia 56 e as Maldivas 52.


Números inquietantes

O número de desempregados inscritos nos Centros de Emprego aumentou 3,8 por cento em Novembro, face ao mesmo mês de 2003, indicou quinta-feira o Instituto de Emprego e Formação Profissional.
No final de Novembro estavam inscritos nos Centros de Emprego do Continente e das Regiões Autónomas 471 190 desempregados, contabilizados oficialmente, mais 17 463 que no período homólogo e mais 3 381 que no mês de Outubro, o que traduz um aumento mensal de 0,7 por cento.
Relativamente ao mesmo mês de 2003, o aumento do desemprego atingiu mais os homens (5,3 por cento) do que as mulheres (2,7 por cento), apesar de o sexo feminino continuar a contar com mais desempregados (267 406) que o sexo masculino (203 784).


Aumenta a poluição em Portugal

O Partido Ecologista «Os Verdes» alertou, em nota de imprensa, para o «falhanço» de Portugal no cumprimento do Protocolo de Quioto, face ao aumento das emissões de gases de efeito de estufa entre 1990 e 2002, reveladas num relatório europeu.
De acordo com o relatório da Agência Europeia de Ambiente (AEA), divulgado na passada semana, Portugal foi o único país da Europa dos 25 a aumentar as suas emissões em relação ao Produto Interno Bruto, entre 1990 e 2002, o que significa que emitiu mais gases com efeito de estufa para gerar a mesma riqueza.
«Os Verdes», em comunicado, consideram que o relatório da AEA confirmou o «cenário desastroso» de incumprimento por parte de Portugal das metas do Protocolo de Quioto. «O País enfrenta hoje não só um grave problema ambiental, mas também económico e social», afirmam os ecologistas, lembrando a necessidade de uma aposta no potencial energético das energias renováveis, medidas de conservação de energia, uma nova visão de mobilidade para passageiros e mercadorias e investimentos para melhorar o desempenho ambiental das indústrias.


Nova vacina no tratamento da Sida

Uma equipa de investigadores de um hospital israelita descobriu uma vacina que fortalece o sistema de defesas do organismo e que poderá complementar os tratamentos utilizados no tratamento da Sida.
Os investigadores do Hospital Universitário Hadasa, de Jerusalém, e do Instituto de Ciências Weizman consideram que esta vacina constitui um avanço muito significativo no tratamento desta doença, que afecta dezenas de milhões de pessoas.
Dos sete pacientes que participaram no estudo dos investigadores, cinco responderam positivamente à vacina, noticiou segunda-feira o diário The Jerusalem Post. Os tratamentos utilizados actualmente para combater a doença eliminam o vírus infeccioso (HIV) mas também matam as células sãs do organismo.
O objectivo da nova vacina é deter esse processo autodestrutivo, explicou a directora da equipa, Rivka Abulafia-Lapid, que conduziu a investigação com o Centro de Biologia Humana do Hospital Hadasa.
O vírus que causa a Sida destrói um tipo de células, os glóbulos brancos do sangue denominados CD4, que são um componente integral do sistema imunológico do ser humano, e debilita as defesas orgânicas no momento de combater infecções e doenças.


Fidel elogia Alejo Carpentier

Fidel Castro elogiou a «obra monumental» do escritor Alejo Carpentier, pelo centenário do nascimento deste escritor, que foi o primeiro autor ibero-americano a receber o Prémio Cervantes, em 1978.
O presidente cubano expressou a sua impressão acerca da obra do escritor numa carta dirigida à viúva do autor de «Os Passos Perdidos» no âmbito da efeméride, assinalada com uma celebração na Universidade de Havana na noite de 26 de Dezembro.
Fidel Castro destacou «a gratidão, o carinho e a admiração que continuam a despertar a criação e a conduta de um companheiro inesquecível e autor de uma obra monumental», segundo divulgou a agência EFE.
O chefe de Estado acrescentou que Alejo Carpentier, nascido em Havana a 26 de Dezembro de 1904, era já reconhecido internacionalmente antes do triunfo da revolução cubana, em 1959, e destacou o importante trabalho que este realizou depois dessa data e que enriqueceu «praticamente todas as manifestações de arte e literatura cubanas».


Resumo da Semana