Quando trabalhamos em conjunto, conseguimos fazer mais e melhor
Encontros com a População
Dinamizar o centro histórico do Seixal
A Freguesia do Seixal recebeu, no início do mês, mais uma jornada do Fórum Seixal - Encontros com a População, cujo objectivo é promover a participação dos munícipes na vida do concelho.
A iniciativa contou com a presença de Alfredo Monteiro, presidente da Câmara Municipal do Seixal, dos vereadores da autarquia e de João Caetano, presidente da Junta de Freguesia do Seixal, que informaram e debateram com a população a obra realizada, a situação actual e os projectos para o futuro.
O encontro realizou-se, logo pela manhã, no dia 3 de Fevereiro, com uma visita à freguesia, tendo os eleitos do Poder Local contactado directamente com os moradores e comerciantes, no sentido de auscultar as suas preocupações.
À noite, a Sociedade Filarmónica Democrática Timbre Seixalense recebeu um debate onde foram abordados temas de interesse para a população e apresentados os projectos para o local, nomeadamente o Lar de Idosos e a recuperação da Frente Ribeirinha entre o Seixal e Arrentela.
Foram ainda abordados temas como as pavimentações e melhoramentos nas redes viárias, as dificuldades sentidas pelos comerciantes locais, os espaços verdes, a degradação de alguns dos edifícios da zona histórica, os problemas de estacionamento e a nova centralidade que se pretende criar para a zona histórica do Seixal, com planos de desenvolvimento que tragam cada vez mais pessoas para o Seixal.
Alguns munícipes focaram ainda os equipamentos de qualidade existentes na Freguesia do Seixal, como o Fórum Cultural, os pavilhões desportivos, os serviços públicos, os Bombeiros Voluntários e as colectividades, entre outros.
O presidente da Junta de Freguesia do Seixal, João Caetano, salientou a importância «desta iniciativa, pois o contributo de todos é muito importante para nós. Quando trabalhamos em conjunto, conseguimos fazer mais e melhor». O autarca referiu a realização do 1.º ciclo do Fórum Seixal, tendo sido realizado nesta freguesia, no ano passado, um debate sobre ambiente.

Projectos para o futuro

Alfredo Monteiro iniciou o encontro referindo que «a grande questão para todos nós é saber como é que o Seixal, em especial o núcleo urbano antigo, pode ganhar nova vida. A recuperação da área ribeirinha vai prosseguir com a ligação entre as duas margens através de circuito pedonal e ciclovia dando continuidade à obra já realizada. Queremos preservar a identidade e a secular ligação ribeirinha da sede do nosso concelho. Esta é também uma preocupação de moradores e comerciantes, que se debatem com dificuldades, provocadas pela recessão económica que vivemos no nosso País. A revitalização do centro histórico tem de envolver um conjunto de medidas que irão passar, por um lado, pela recuperação do parque habitacional e, por outro, pela criação de novos pólos de atractividade nas áreas do comércio, serviços e turismo e pela concretização de projectos como a Universidade Aberta e o Centro de Estágios do SL Benfica».
Entretanto, o Lar de Idosos do Seixal foi um dos projectos apresentados para a freguesia. A vereadora Corália Loureiro começou por fazer um pequeno historial sobre o lar, referindo que a preocupação surgiu pela falta de equipamentos deste tipo no concelho.
«Foi feita uma parceria entre a AURPI do Seixal, a Câmara e a Junta de Freguesia, para levar este projecto em diante e a primeira preocupação foi a localização. Depois de algumas hipóteses, chegámos a um consenso e a autarquia cedeu um terreno em situação privilegiada, digno, de acordo com o que os idosos deste concelho merecem, com uma excelente vista e densa arborização, na Quinta D. Maria. A Câmara Municipal entregou o estudo prévio dentro dos prazos estipulados e, se a obra não entrou no Orçamento de Estado, foi porque não houve vontade por parte do Governo para que isso acontecesse. Mas não desistimos, porque esta é uma reivindicação justa da população do Seixal e de todo o concelho, que só tem um lar público que não corresponde às necessidades sentidas», disse, a autarca do PCP.
Por seu lado, o vereador Joaquim Santos realizou um balanço dos asfaltamentos que têm sido feitos pela Câmara na freguesia. Destacou as intervenções realizadas, nomeadamente no Ringue da Mundet, «um espaço que estava desqualificado e foi recuperado para a prática informal de desporto», o polidesportivo da Quinta de Santa Teresinha, «onde foram instaladas tabelas de basquete».
Referiu ainda a zona do terminal rodoviário, a reformulação dos sentidos de trânsito junto ao mercado, o asfaltamento das ruas envolventes à Escola Básica n.º 2 do Seixal, no Bairro Novo, melhoramentos nos acessos ao cemitério e acesso a garagens.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: