Correios belgas mudam de mãos
La Poste belga anunciou, na quarta-feira, dia 12, a alienação de metade do capital aos correios dinamarqueses, que por sua vez são participados pelo fundo de investimento britânico CVC Capital Partners.
Permanecendo como o primeiro accionista dos correios, o governo belga justificou a medida com a difícil situação financeira da empresa, que dá emprego 39 mil pessoas e cuja falência iminente chegou a ser noticiada há alguns meses.
Os sindicatos belgas contestam a privatização e denunciam a intenção dos novos «parceiros» de eliminar 6600 postos de trabalho até 2010. Na Dinamarca, desde a transformação dos correios em sociedade anónima, em 1995, foram extinguidos 8.500 empregos. Os trabalhadores perderam direitos, foi-lhes imposta a flexibilidade, salários por mérito e são obrigados a assinar uma cláusula de «paz social» incluída nas convenções colectivas.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: