Militares unidos e solidários
Oito centenas de militares estiveram reunidos, dia 25, no Mercado da Ribeira, em Lisboa, para prestar solidariedade com 18 dos seus camaradas, alvo de processos disciplinares. O encontro em forma de um «Porto de honra de solidariedade», foi promovido pelas três associações profissionais das Forças Armadas – Associação Nacional de Sargentos, Associação Profissional dos Praças da Armada e a Associação de Oficiais das Forças Armadas – e apelou á união contra as medidas do Governo que consideram serem lesivas dos seus direitos.
O presidente da Associação Nacional de Sargentos, Lima Coelho, afirmou à Lusa que os militares em causa assinaram a nota de culpa e o processo de averiguações transitou para processo disciplinares.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: