Cartão novo, militância activa
Os militantes comunistas têm um novo cartão. Muitos estão já a ser entregues em iniciativas organizadas para isso. Esta é também uma excelente ocasião para contactar todos os membros.
O novo cartão de membro do PCP já está a ser distribuído pelos militantes. Para além do significado que tem para cada militante o cartão que comprova a sua qualidade de membro do Partido, a sua entrega constitui uma oportunidade para contactar com todos os membros que têm ficha de actualização de dados preenchida.
É muito importante aproveitar este contacto para elevar a participação de cada membro do PCP na vida partidária e para reforçar a organização e a intervenção do PCP em geral, concretizando as orientações do 17.º Congresso.
A entrega do cartão deve ser programada e organizada. Junto segue uma ficha com os dados fundamentais do membro, que devem ser conferidos para confirmar se continuam actualizados. Se houver alterações, o documento deve ser enviado com brevidade para o Gabinete de Organização. A manutenção de dados actualizados – nomeadamente moradas, telefone, telemóvel e endereço electrónico – tem grande importância para o contacto regular. O cartão é também acompanhado por um exemplar actualizado do Programa e Estatutos do PCP.
A preparação do contacto com cada membro do Partido é fundamental. Para concretizar os objectivos e aproveitar o contacto com tão elevado número de militantes é indispensável preparar previamente as questões concretas a tratar com cada um, como por exemplo apurar as tarefas regulares que poderão ser propostas a cada membro; ou ver com cada trabalhador por conta de outrem com menos de 55 anos a importância da sua contribuição no local de trabalho, seja ficando aí organizado, seja com uma ligação que garanta uma participação efectiva.
Outra questão a abordar relacionam-se com as quotas. Deve ser estabelecido com cada militante a forma de pagamento regular, indicando onde pode pagar, o camarada que recebe e, nos casos de transferência bancária, assegurar no momento o preenchimento dos impressos necessários. Há que colocar a todos os militantes a proposta de aumento do valor da sua quota, tendo em conta a situação de cada um e pondo como referência 1 por cento da remuneração mensal (próximo do que se pratica nos sindicatos). Antes deve ser feito o levantamento prévio da situação do pagamento das quotizações de maneira a aproveitar o contacto para receber quotas em atraso, admitindo situações de pagamento diferenciadas, uma vez que o mais importante é assegurar o pagamento regular.
No verso do cartão são fornecidos os elementos necessários para quem queira pagar as quotas através do Multibanco. Neste caso, o militante deve ficar com o talão comprovativo para o trocar pelos talonários das quotas.
Nestes contactos deve ainda alargar-se a compra do Avante! e d’O Militante, estabelecendo com os membros do PCP onde os pode levantar, a quem e onde os paga. Quando isso não for possível e a opção for a assinatura, é necessário preencher os impressos e pagar a importância correspondente.
Um renovado apelo à militância

Entregar e receber o novo cartão constitui uma excelente oportunidade para recordar as condições necessárias para ser militante do PCP – a aceitação do Programa e dos Estatutos – e para sublinhar a importância do cumprimento dos seus deveres fundamentais, nomeadamente a militância numa organização e o pagamento da quotização.
O Partido é tanto mais forte quando maior for a consciência de cada militante do significado de ser comunista, da intensidade da sua militância, da sua participação e iniciativa na acção partidária em geral e na ligação às massas, às suas reivindicações, aos seus movimentos e às suas acções. A entrega do cartão é um renovado apelo à militância de cada membro e à participação em função das suas possibilidades e disponibilidades.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: