A miséria da política <br>e a política de miséria
Chegámos à antecâmara do antigamente... Com um Governo assim, do PS, quem é que, do mundo do dinheiro e do passado, suspira por um governo do PSD? Estes são ainda mais fáceis de levar e irão mais longe, até ao fim da obra que lhe encomendaram, se todos nós deixarmos.

As diferenças sociais <br>estão a aumentar em Portugal
A generalidade dos portugueses quando questionada sobre a situação social em Portugal declara que os valores dos salários e das pensões são muito modestos face às despesas com o quotidiano e aos investimentos a médio e a longo prazo, sobretudo com a habitação, dificuldades que, nos mais idosos, se estendem à saúde e à compra de medicamentos.

Neste 8 de Março <br> o que fomos fazer<br> ao Parlamento Europeu?
Fomos dizer ao Parlamento Europeu, neste 8 de Março de 2006, que em Portugal o Partido Comunista Português, pioneiro e principal agente também dessa luta na Assembleia da República, relembra que já passaram vinte e três anos após a rejeição do nosso primeiro projecto-de lei sobre a interrupção voluntária da gravidez (12 de Novembro de 1982) e que o aborto clandestino continua e as mulheres continuam a ser presas por fazerem aborto. E uma vergonha o nosso atraso legislativo em matéria de aborto relativamente à realidade da generalidade dos países da União Europeia e às recomendações internacionais nessa matéria incluindo resoluções do Parlamento Europeu, como o Relatório de Anne Van Lancker.