CGTP-IN e MUSP contra encerramentos hospitalares
Não nos tirem a saúde
A CGTP-IN e o Movimento de Utentes dos Serviços Públicos acusam o Governo de «querer transformar a saúde numa fonte de negócio» e de fazer recair sobre os utentes mais encargos.

Luta justa vai continuar
Primeira resposta na <em>EMEF</em>
A forte participação na manifestação nacional de sexta-feira, em Lisboa, e mais de 800 assinaturas, recolhidas dias antes, expressam o repúdio pelas propostas que a administração da EMEF cozinhou e as organizações da UGT aceitaram.

Denunciando medidas repressivas e intimidatórias
STAL aponta ao Governo
Desde segunda-feira, activistas sindicais da administração local realizaram vigílias, no Terreiro do Paço e junto à residência do primeiro-ministro, esperando que aqui não fossem levantados obstáculos pelas autoridades.

Greve de solidariedade na Cimianto
Contra horários de 50 horas
Contra a imposição de 50 horas semanais, processos disciplinares e despedimentos «abusivos», os trabalhadores na Cimianto, em Alhandra, pararam uma hora nos dias 4, 5 e 6.

Prevenir acidentes e doenças profissionais
Falta política contra a sinistralidade
A CGTP responsabiliza o Governo pela sinistralidade e propõe-se eleger 4 mil representantes para a Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, até ao próximo congresso.

Conquistados aumentos <br>na <em>Petrogal</em> e <em>GDP</em>

Contra OPA

<em>Panibel</em> encerra sem aviso

ME recua no Centro

Com mais 30 por cento nos lucros
CGD aperta salários
Para protestar «contra a intransigência da administração» da Caixa Geral de Depósitos e empresas do grupo CGD nas negociações salariais, o STEC realizou anteontem uma acção na entrada principal do edifício-sede, na Avenida João XXI, em Lisboa.

Motoristas contra exames
A Festru/CGTP-IN entregou dia 6, no Ministério da Administração Interna, 3 mil assinaturas de motoristas de pesados de passageiros, contra o decreto-lei que, desde Junho do ano passado, sujeita novamente aqueles profissionais a exames psicológicos, na renovação da carta de condução.

Migrantes com direitos
A CGTP-IN e a TUC britânica assinaram, dia 6, em Lisboa, um protocolo de cooperação para «enquadramento e defesa sindicais dos trabalhadores migrantes, quer no Reino Unido, quer em Portugal».

Breves