OCDE pede mais políticas de direita

Num relatório sobre Portugal, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) traça um retrato negativo da situação económica e social do País. Como solução para os problemas apontados, a organização propõe a intensificação da política que os sucessivos governos têm vindo a implementar. Realçando que Portugal é o país onde os trabalhadores estão mais «protegidos» contra o despedimento individual, a OCDE propõe – em nome da «criação de emprego» e da «competitividade» – a «flexibilização» dos despedimentos. A organização critica também que os salários reais tenham crescido «acima da produtividade» nos últimos anos. A OCDE considera ainda serem indispensáveis «mudanças mais radicais» na idade legal de reforma e na forma de cálculo das pensões. E propõe que Portugal siga o exemplo da Eslováquia e lance «campanhas nos media» para «explicar à opinião pública a necessidade de reformar o sistema de pensões». Para tornar «mais justo» o sistema de ensino, a OCDE recomenda o aumento de propinas.


Álvaro Cunhal, uma referência de Abril

Inserido nas comemorações do 32.º aniversário do 25 de Abril da Câmara Municipal da Moita, o ciclo de conferências «Álvaro Cunhal, uma referência de Abril», aborda diversos aspectos da vida e da obra do dirigente comunista. A primeira conferência teve lugar no passado dia 7 de Abril, com José Casanova a falar sobre o Rumo à Vitória. No passado dia 21, a jornalista Catarina Pires lembrou a sua obra Cinco conversas com Álvaro Cunhal. O ciclo prossegue amanhã pelas 21.30 horas, na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, com a presença de João Céu e Silva, que dissertará sobre o seu recente livro Uma longa viagem com Álvaro Cunhal. No dia 5 de Maio, no pólo de Alhos Vedros, será a vez de Filipe Diniz abordar o tema A arte, o artista e a sociedade. O dirigente comunista Francisco Lopes encerra o ciclo com uma conferência subordinada ao tema do livro O Partido com paredes de vidro. O debate tem lugar no dia 6 de Maio pelas 21.30 horas na biblioteca central da Moita.


Porto vence Super Liga

Quando ainda faltam duas jornadas para o final da Super Liga, o Futebol Clube do Porto sagrou-se campeão nacional ao vencer no sábado o Penafiel por um a zero. O golo do título foi marcado por Adriano na marcação de uma grande penalidade cometida sobre Ibson. A vitória portista foi festejada ainda antes do encontro acabar, com os adeptos do clube a invadirem o terreno e a interromperem o jogo. A festa prolongou-se pela noite fora com as ruas da cidade do Porto a encherem-se de adeptos que esperavam a comitiva do clube. Em aberto na Super Liga continua a luta pelo segundo lugar, que garante a entrada directa na fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA. Sporting e Benfica estão separados por dois pontos à entrada para a penúltima jornada.


Operação «furacão»

O Departamento Central de Investigação e de Acção Penal (DCIAP) denunciou ao Banco de Portugal quatro bancos e duas sociedades financeiras por irregularidades ligadas à utilização de paraísos fiscais. A notícia foi avançada no sábado pelo jornal Público, que noticiou que os investigadores obtiveram indícios de procedimentos suspeitos ligados à transferência para paraísos fiscais de centenas de «milhões de euros». O jornal não identifica as instituições investigadas, mas informa que a operação «furacão», como é conhecida, já motivou a constituição de seis arguidos.


Comboio com médicos a bordo

A linha férrea mais alta do mundo, que liga as províncias chinesas do Tibete e de Qinghai terá oxigénio e médicos a bordo dos comboios durante a fase de testes, a ter lugar no mês de Julho, informou, dia 24, a agência oficial chinesa Nova China. Segundo companhia ferroviária Qinghai-Tibet, o oxigénio destina-se a combater os efeitos da altitude nos passageiros. Em caso de emergência, seguirão a bordo um médico e uma enfermeira. A linha liga Xining, a capital de Qinghai, e Lhasa, principal cidade da Região Autónoma do Tibete. Cerca de 960 dos quase 2 mil quilómetros da linha férrea ficam a uma altitude de quatro mil metros, com o ponto mais alto a atingir os 5 072 metros.


Resumo da Semana