DORS lança campanha
«Este é o teu Partido!»
Em conferência de imprensa realizada no dia 4 de Maio, o Executivo da Direcção da Organização Regional de Setúbal do PCP anunciou o lançamento de uma acção regional de esclarecimento sob o lema «Este é o teu Partido». Esta campanha consta de um conjunto de iniciativas destinadas aos trabalhadores e desenvolve-se durante o mês de Março, com a distribuição de um documento nas empresas da região. Desta acção consta também a visita do secretário-geral do PCP e de deputados aos parlamentos nacional e europeu.
Nas várias iniciativas, informaram os comunistas de Setúbal, serão abordadas questões relacionadas com a actual situação social e política da região e avançadas perspectivas para os trabalhadores. Será também demonstrado que o PCP é «o único Partido que em Portugal, lutando no imediato por melhores condições de vida para os trabalhadores e o povo em geral, coloca como objectivo a transformação revolucionária da sociedade».
Na conferência de imprensa foi ainda denunciado o agravamento da situação social na Península de Setúbal. O desemprego continua a crescer, atingindo os inscritos nos centros de emprego em finais de Fevereiro quase 41 mil trabalhadores, mais 917 do que em Dezembro do ano passado. Este número representa mais de 11 por cento da população activa. Para o PCP, «os números são claros e confirmam o insucesso das promessas do Governo PS», de criação de 150 mil novos postos de trabalho. O sector produtivo, acusam os comunistas, «continua a ser duramente atingido com a liquidação e ameaça de postos de trabalho» em empresas como a Faurecia, a Visteon, a Lusosider e a Alcoa.
O PCP destaca ainda as lutas que ocorrem ou se preparam em diversas empresas – como a Lisnave, a Portucel, a CP, a EMEF, a Fisipe ou a Transtejo – contra a ofensiva que o patronato desencadeia contra os seus direitos e condições de vida. Também o Executivo da Comissão Concelhia do Barreiro do PCP anunciou a sua solidariedade para com a luta dos trabalhadores da EMEF no concelho, bem como com a luta dos ferroviários que se trava um pouco por todo o País.
Em comunicado, os comunistas barreirenses afirmam que num momento em que o Governo do PS tem como objectivo «reduzir a importância do pólo ferroviário do Barreiro», põe em causa os direitos dos trabalhadores, os postos de trabalho e aposta na redução dos salários reais «não resta aos trabalhadores outro caminho que não seja lutar». Convictos de interpretarem o sentimento dos trabalhadores, os comunistas do Barreiro realçam que «a par da defesa dos postos de trabalho com direitos e salários dignos, manter e desenvolver o Sector Público Ferroviário no caminho do progresso, é imperativo a continuação da luta».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: