30 anos de Festa
Desporto para todos na Atalaia
Onde é possível juntar cerca de 30 modalidades desportivas num só espaço, durante três dias? Na Festa do Avante há um pouco de tudo, nuns casos para assistir, noutros para participar: patinagem, artes marciais, xadrez, hóquei, futsal, minibasquete, voleibol, ginástica, mah-jong, malha, slide, andebol, setas, paraquedismo e, claro, atletismo.
A Festa do Avante assinala este ano a sua 30.ª edição, num longo caminho que a consagrou como a maior iniciativa político-cultural de massas do nosso País e onde o desporto tem marcado lugar de destaque.
Entretanto, têm-se realizado e vão continuar a decorrer um conjunto de iniciativas desportivas de promoção da Festa. «Aqui o desporto deriva de um trabalho muito importante que aposta na promoção da própria Festa. Meses antes, efectuamos, no exterior, torneios que apuram equipas que depois aqui vem participar. Tudo isto é uma demonstração da forma como nós actuamos nas colectividades, tendo um grande apoio delas. Depois é a confraternização desta gente no interior da Festa», afirmou António Joaquim, da Comissão Nacional de Desporto da Festa do Avante, acompanhado de Mário Cunha, Paulo Júnior, Bruno Correia, Manuel Catarino e Carlos Marques.
No próximo dia 20, por exemplo, vai realizar-se um passeio de cicloturismo com partida, às 10 horas, do Centro de Congressos de Lisboa. Nesta iniciativa, haverá uma paragem para o almoço em Alhandra. A chegada à Quinta da Atalaia está prevista para as 17h30. Num percurso de 122 quilómetros, e com a presença de 300 cicloturistas, os atletas vão passar por VilaFranca de Xira, Porto Alto, Alcochete, Montijo, Baixa da Banheira, Barreiro, Coina, Paio Pires, Seixal, Arrentela, Atalaia (Festa do Avante).
Tendo em conta o percurso, a Comissão Nacional de Desporto da Festa do Avante faz questão que este seja para todos os participantes um passeio onde se demonstre uma sã camaradagem, bom convívio e apreciação da natureza e ambiente.
«Sem contar com a 19.ª edição da Corrida da Festa, consideramos que esta prova, o cicloturismo, é das mais importantes, em termos de promoção, da Festa. Apesar dos incêndios que abalam o território nacional, queremos, com esta iniciativa, que os participantes desfrutem da natureza, das zonas bonitas do nosso País», continuou o comunista.
Porque a situação do Pais se reflecte também no desporto, e, principalmente, no movimento associativo, Paulo Júnior valorizou o papel dos comunistas que lutam contra esta tendência. «O PCP vai em busca do movimento associativo, que está em crise, para trazer à Festa aqueles que, efectivamente, não têm possibilidades de desenvolver os vários tipos de desporto, mas que dentro da Festa é feita a sua divulgação», disse, acentuando que a promoção é feita nas colectividades, «porque elas estão com o desporto e com o PCP. Mais uma vez estamos a contribuir para um trabalho de desenvolvimento não só das camadas jovens mas em todos os sectores.»
Também nos próximos dias 26 e 27, no Clube de Instrução e Recreio do Laranjeiro, realizar-se-á um torneio de voleibol de iniciados, na sequência da realização de vários torneios, envolvendo dez modalidades e cerca de seiscentos participantes.

Prestígio adquirido

Do programa de desporto deste ano destaca-se, pela importância e prestígio desportivo adquirido ao longo dos anos, a 19.ª Corrida da Festa que se realizará no domingo, dia 3, às 09h30, com a partida e chegada à Quinta da Atalaia. Esta corrida, que deverá ter a participação de mais de mil atletas, terá um percurso de dez quilómetros.
«Contamos sempre com a presença de muitos atletas nacionais que, por amizade, gostam de vir, todos os anos, à Festa do Avante», disse Carlos Marques, dando conta da participação, entre outros, de Luís Jesus e Alberto Chaissa. «Para nós é um enorme prestígio termos atletas olímpicos e mundiais a querem estar junto de nós», continuou, apelando, também, à participação da população do concelho para participar, com a sua presença, na prova e encher de colorido as avenidas das freguesias de Amora, Arrentela e Seixal.
No que respeita a outras modalidades, o visitante poderá encontrar, sexta-feira, dia 1, uma exibição de patinagem artística e uma gala de artes marciais. No sábado poderá assistir a um sarau de ginástica. No sábado e domingo, para além de uma exibição de futsal feminino (juniores), haverá torneios de futsal masculinos (juvenis).
No sábado e domingo realizar-se-ão torneios, abertos a todos os visitantes da Festa, de basquetebol 3x3, xadrez, damas, setas e malha corrida, para além de torneios de mash-jong e de malha grande e pequena.
«O Partido defende o desporto para todos e, na Festa do Avante, queremos promover as diferentes modalidades. Todos devem participar e fazer desporto», afirmou Bruno Correia, dando conta de várias modalidades que o visitante pode experimentar: malha corrida, o xadrez, as setas, o basquet 3x3 e a escalada.
Por outro lado, Paulo Júnior, no que diz respeito à ginástica e nas artes marciais, valorizou o facto de o nível etário dos atletas ir dos 8 aos 20 anos. «Uma camada etária muito nova que poderá puxar outros jovens para a prática desportiva», afirmou, acentuando o empenho da Comissão de Desporto «mas também de toda a estrutura envolvente da Festa».

Recordar momentos

«30 anos de desporto na Festa do Avante» é o tema que vai ser tratado na exposição deste espaço. «Vamos fazer uma retrospectiva daquilo que foram os principais momentos, em termos desportivos, da Festa do Avante, com aquelas recordações dos atletas da RDA e da União Soviética. Países que ainda hoje sonhamos que no dia da amanhã venham a ser aquilo que eram», acentuou António Joaquim.

Incentivar a prática desportiva

Só no período de 3 de Junho a 29 de Julho, a Comissão Nacional levou à prática oito modalidades onde estiveram presentes cerca de seiscentos participantes de várias idade. Em Junho, por exemplo, nos dias 3 e 4, realizou-se um torneio de mash-jong no Clube Recreativo Barroquense, tendo ficado apuradas para a Festa a equipa que acolheu o torneio e o Clube Recreativo Piedense. No dia 4, do mesmo mês, teve lugar a prova «Correr na Festa», na Atalaia, onde participaram cerca de cinco dezenas de atletas masculinos e femíninos.
Nos dias 17 e 18 realizou-se um torneio de malha pequena, com presença de oito equipas todas oriundas de Alhos Vedros, Barreiro e Baixa da Banheira.
No dia 25, de Junho, aconteceu um torneio de malha grande nas instalações da Sociedade Recreativa Atalaiense (Atalaia/Montijo), onde participaram oito equipas do distrito de Setúbal, tendo ficado apuradas seis equipas que vão disputar um torneio no espaço da malha, nos dias 2 e 3 de Setembro.
No mesmo dia, 25, efectuou-se a primeira jornada do primeiro campeonato da malha, masculinos e femininos, escalões «B» (masculinos com mais de 60 anos) e «C» (absolutos femininos).
A festa do desporto continuou no mês de Julho. Nos dias 2, 9 e 16 realizou-se a 2.ª, 3.ª e 4.ª jornada do 1.º campeonato de malha masculino e feminino, escalões «B» e «C».
Estas iniciativas realizaram-se sempre em campos e zonas diferentes. A primeira jornada realizou-se no Pinhal Novo, a 2.ª no Fogueteiro, a 3.ª em Paio Pires e a 4.ª em Cruz de Pau. O culminar deste campeonato vai ser na Festa do Avante, no dia 2 de Setembro, pelas 09h30, no espaço da malha.
No dia 9 teve lugar o torneio de pesca desportiva na Baia Natural do Seixal, onde participaram 12 equipas oito individuais, o que totalizaram 82 pescadores. No final do torneio, todos os pescadores, acompanhantes e membros da Comissão do Desporto, confraternizaram em festa com uma sardinhada e febras nas instalações da antiga Fábrica dos Lanifícios.
Por último, aconteceu um torneio de setas na Sociedade Recreativa Estrelas do Feijó, onde estiveram 120 atletas masculinos e femininos para apurar 50 para participarem na Festa do Avante no dia 3 de Setembro, às 15h00.
Em Agosto, no dia 12 e 13, ocorreu a 2.ª fase da malha pequena, o qual tem o apuramento para as finais na Festa do Avante, nos dias 2 e 3 de Setembro.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: