Regresso às aulas

Mais de 200 crianças começaram, esta semana, a ter aulas na renovada Escola do Bairro da Cova da Piedade, Almada, cujas obras, orçadas em 600 mil euros, permitiram criar mais salas e um campo de jogos.
As obras, financiadas pelo município comunista, implicaram a recuperação de dois edifícios antigos e a criação de novos espaços cobertos no exterior, como salas de apoio, ginásio, balneários e sanitários.
O estabelecimento de ensino possui ainda um campo de jogos, biblioteca e sete salas de aula, cujo mobiliário e iluminação foram renovados. Pais, professores e alunos estão visivelmente satisfeitos com as novas instalações.
Infelizmente as situações não são todas iguais no Pais. Na passada semana os alunos do primeiro ciclo da Moita do Norte, em Vila Nova da Barquinha, recusaram-se ir às aulas devido à falta de condições na escola, que apresenta sinais de degradação. Ali são visíveis caixas de derivação sem protecções, cabos descarnados, condutas danificadas, balneários degradados e vedações destruídas.


Contra projecto da Albergaria Bristol

A CDU apresentou no Tribunal Administrativo e Fiscal de Sintra uma participação a solicitar a nulidade do processo de licenciamento da reconstrução da antiga Albergaria Bristol, no centro da vila. A queixa foi entregue na passada semana junto dos serviços do Ministério Público.
Em conferência de imprensa, Baptista Alves, vereador da CDU na Câmara de Sintra, reafirmou que «não existem dúvidas de que se trata de um licenciamento ilegal». «Trata-se de uma dupla ilegalidade, porque o plano Groer (Plano de Urbanização de Sintra) estabelece que qualquer aumento de densidade é proibido naquela zona, quer em superficie quer em altura», acentuou o autarca do PCP.
A autarquia PSD licenciou a demolição e posterior reconstrução da Albergaria Bristol, que se encontrava em mau estado, mas a CDU alega que o novo prédio vai ultrapassar a volumetria e altura do antigo edifício».


Revogação das alterações da Carris

Os eleitos do PCP na Assembleia Municipal de Lisboa reclamaram, terça-feira, a revogação das alterações à rede de autocarros da Carris (Rede 7) e exigiram que a administração da transportadora passe a ter em conta o parecer dos órgãos autárquicos.
As alterações à rede de autocarros em Lisboa incluem a supressão de oito carreiras e a utilização de um novo título de transporte que permite transbordos sem penalização tarifária durante uma hora.
Os deputados comunistas apresentaram ainda uma moção sobre a Segurança Social. «Importa recordar que as reformas da Segurança Social que os governos PSD/CDS-PP e agora o PS têm vindo a apresentar resultam em mais sacrifícios», lê-se no documento, que reafirma «a necessidade da existência de um sistema público de Segurança Social, universal e solidário» e manifesta «o seu mais veemente repúdio por um modelo que pretende por em causa a solidariedade entre trabalhadores e gerações, bem como, colocar o património construído pelos trabalhadores à mercê da gula do capital».


Desporto em português

A portuguesa Vanessa Fernandes venceu, domingo, a etapa chinesa da Taça do Mundo de Triatlo, entrando para a história da modalidade. Com este triunfo, a atleta iguala o recorde internacional de 12 vitórias consecutivas, estabelecido nos anos 90.
Noutra modalidade, no mesmo dia, em Portugal, os quenianos Robert Cheruiyot, em masculinos, e Pamela Chepchumba, em femininos, venceram a sétima edição da Meia-maratona, que se disputou entre Ponte Vasco da Gama e o Parque das Nações, em Lisboa.
Leonor Carneiro terminou em quarto lugar e foi a melhor atleta portuguesa, à semelhança do que sucedeu em 2005.


Dificuldades de higiene no espaço

Anoushed Ansari, a primeira mulher turista espacial, no seu blog, falou, esta semana, das dificuldades de higiene em ambiente sem gravidade.
«Pois bem, meus amigos, tenho de confessar que ter uma boa higiene no espaço não é fácil», exclama a mulher de origem iraniana, referindo-se «ao que toda a gente quer saber», sem nunca ousar perguntá-lo. «A água aqui não corre, flutua», lembra ela, antes de explicar que cada um dos tripulantes dispõe de toalhas molhadas e guardanapos secos e que, ao escovar os dentes, não se deita fora a água, engole-se.
Ali, toda a água é reciclada. Os objectos molhados, nomeadamente os fatos ensopados em suor, são secos e a água que se evapora recolhida.
Poética é a sua descrição da terra a partir da Soyouz TMA-9 pouco depois da descolagem. «Pude finalmente ver a terra pela primeira vez. As lágrimas começaram a correr-me pela cara. Lá estava este belo planeta, rodando graciosamente sobre si próprio, sob os quentes raios de sol. Tão pacífica, tão cheia de vida, sem qualquer sinal de guerra, sem qualquer traço de fronteiras, sem tumultos, apenas beleza pura».


Resumo da Semana