Ciclo de debates
O contributo teórico de Álvaro Cunhal
O PCP vai promover, entre 10 e 30 de Novembro, um ciclo de debates sobre a obra política de Álvaro Cunhal. Esta evocação consta de cinco debates sobre outros tantos trabalhos teóricos do histórico dirigente comunista. Na apresentação do ciclo, afirma-se que «em centenas e centenas de textos – artigos, relatórios, livros, discursos – Álvaro Cunhal construiu um corpo teórico riquíssimo, denso, original que, estando profundamente enraizado na realidade portuguesa concreta, alcança um elevado nível de elaboração ideológica que o torna, em vários aspectos, um muito valioso contributo para o enriquecimento e desenvolvimento geral do marxismo-leninismo».
Para o PCP, há um facto indesmentível que permite avaliar a importância da obra teórica de Álvaro Cunhal: «vários dos seus textos marcam momentos de viragem histórica, não apenas na vida e acção do PCP, mas em toda a vida nacional e até na vida do movimento comunista internacional». São, prossegue, obras que se tornaram «força material, conforme a expressão de Marx».
O ciclo inicia-se no dia 10 de Novembro com um debate sobre O Informe Político e o Informe sobre Organização ao IV Congresso, bem como o prefácio à sua reedição recente. O debate realiza-se em Lisboa e conta com a participação de José Casanova, da Comissão Política.
No dia 18, o Porto debate com Aurélio Santos e Vasco Cardoso A verdade e a mentira na Revolução de Abril (A contra-revolução confessa-se) e, no dia 23, é a vez de Évora debater a obra A Revolução Portuguesa, O passado e o futuro, com Maria da Piedade Morgadinho. No dia seguinte, Francisco Lopes estará no Barreiro a discutir a obra O Partido com Paredes de Vidro. Braga encerra o ciclo de debates com uma sessão, na qual participa Albano Nunes, sobre o Rumo à Vitória – As tarefas do Partido na Revolução Democrática e Nacional.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo