Mais meio milhar de desempregados
<em>Alcoa</em> anuncia encerramento
A multinacional norte-americana Alcoa, anunciou, dia 22, o fecho da fábrica no Seixal, cujo cliente exclusivo é a Autoeuropa. O encerramento vai deixar no desemprego 480 trabalhadores.
Perante a deslocalização, o dirigente do Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul e Ilhas, SIESI/CGTP-IN, Luís Leitão, reafirmou ao Avante! que «a fábrica é viável» porque «a Autoeuropa recebeu dinheiro do Estado e tem novos modelos». «Com o fim da Alcoa/, no Seixal, os componentes que provinham desta unidade terão de passar a vir do estrangeiro, o que provocará um aumento de encargos que podia ser evitado com a viabilização da unidade do Seixal», salientou.
Segundo Luís Leitão, «o Governo estava avisado desta eventualidade desde 2001, porque desde esse ano o SIESI tem alertado sucessivamente para esta possibilidade».
O sindicato «tudo tem feito para evitar o encerramento», lembrou.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo