Grande unidade dos trabalhadores na luta,
deturpações e mentiras do Governo e da gerência

Por que pára o <em>Metro</em>?
Desde Junho de 2006, ocorreram no Metropolitano de Lisboa dez greves, todas com índices de adesão muito fortes, apenas com um objectivo: evitar que o Acordo de Empresa deixe de vigorar a partir do último dia de 2007. Não estão em causa reivindicações monetárias. Tem sido mais expressa a compreensão dos passageiros, privados do meio habitual de transporte nos períodos de luta dos trabalhadores. A campanha do Governo e do conselho de gerência do Metro, tentando apontar os «privilégios» dos funcionários, atinge dimensões inéditas. Sobre os motivos da luta dos trabalhadores do Metropolitano, as posições dos comunistas, a acção dos sindicatos e os argumentos da empresa e da tutela, falámos com os camaradas Diamantino Lopes e Anabela Carvalheira.

Jantar em Aveiro
<font color=0069c3>Denunciar a hipocrisia</font>
Aveiro foi o local escolhido pelo PCP para um grande jantar com Jerónimo de Sousa em apoio ao «Sim» no referendo do próximo dia 11 de Fevereiro. O local era simbólico: naquele distrito foram condenadas a três anos de prisão, com pena suspensa, três mulheres, humilhadas publicamente. A responsável por esta situação é a «lei injusta» que vigora actualmente em Portugal, denunciou o secretário-geral do PCP.

Edições Avante! lançam livro sobre IVG
<font color=0069cc>Um contributo para a reflexão <br>e um apelo à decisão</font>
O PCP lançou no dia 25, juntamente com o Avante!, o livro «”Sim”! Despenalizar o aborto. Proteger a maternidade e paternidade. Garantir o planeamento familiar e a educação sexual».

Banca de contactos com a população de Lisboa
<font color=0069cc>USL em campanha pelo «Sim»</font>
Com o objectivo de dinamizar e apoiar a campanha de esclarecimento pelo «Sim» à despenalização da IVG, a União de Sindicatos de Lisboa (USL) montou uma banca frente aos Armazéns do Chiado. Ali, foi privilegiado o contacto com a população.

<font color=0069cc>Eurodeputados pelo «Sim»</font>
Cerca de uma dezenas de eurodeputados de vários países da União Europeia (UE) estiveram presentes, domingo, em Lisboa, em solidariedade com quantos e quantas, em Portugal, se batem pela despenalização da interrupção voluntária (IVG) da gravidez até às 10 semanas.

<font color=0069cc>Tertúlia dos profissionais da Saúde</font>

PCP na campanha do referendo
<font color=0069c3>Na rua pelo «Sim»</font>
A campanha para o referendo começou oficialmente anteontem. Nesse dia, Jerónimo de Sousa esteve na baixa lisboeta, numa grande acção de esclarecimento e mobilização para o voto no «Sim». No fim de semana, o secretário-geral do PCP participa em dois comícios: sábado no Porto e domingo no Litoral Alentejano.

Pelo País, pelo SIM no referendo
<font color=0069cc>«É preciso mudar a lei»</font>