A justiça venceu em S. Cristóvão
Embora tardiamente, a tomada de posse da Assembleia de Freguesia de S. Cristóvão vai ser repetida, pondo fim à ilegalidade em que vivia desde 30 de Outubro de 2005. A reposição da legalidade é uma vitória da lei e dos eleitos da CDU que não só denunciaram as «manobras rasteiras» do presidente da Junta, como solicitaram a intervenção das autoridades».
«O Sr. Araújo (presidente da Junta de S. Cristóvão) “dá-se mal” com regras e com leis, que considera um estorvo na sua ânsia de protagonismo. Depois de ter cometido a ilegalidade da tomada de posse, praticou actos de gestão polémicos, com a entrega de obras ao empreiteiro que apresentou o orçamento mais caro», denunciaram, em nota de imprensa, os eleitos da CDU.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: