O pintor que projectou o Alentejo para as artes
Divulgar a obra de Manuel Ribeiro de Pavia
Manuel Ribeiro de Pavia, pintor neo-realista nascido em Pavia, é alvo, este ano, das comemorações do centenário do seu nascimento, com um vasto programa de iniciativas da responsabilidade da Câmara de Mora e da Junta de Freguesia de Pavia.
A Comissão de Honra das comemorações do centenário do nascimento do pintor Manuel Ribeiro de Pavia integra os pintores Querubim Lapa, João Abel Manta, Rogério Ribeiro e Júlio Resende, o designer Jorge Silva, os autores do livro alusivo José Luís Porfírio e João Paulo Cotrim e o professor António Borges Coelho, além de entidades como a AMDE – Municípios de Évora e Casa do Alentejo, em Lisboa.
O vasto programa que assinala, este ano, o nascimento do pintor alentejano, responsável por alguns ícones como as ceifeiras, iniciou-se no dia 19 de Março, na Casa-Museu do pintor, em Pavia, com a apresentação do programa oficial, inauguração de um painel de azulejos sobre uma das suas obras e o início da colocação de telas (2x3 metros) com ilustrações e pinturas representativas nos municípios do Alentejo e instituições aderentes. Em Junho foi ainda apresentado um site dedicado ao pintor.
Para o mês que vêm está previsto a inclusão do centenário do nascimento do autor no programa pedagógico da escola EB 2,3 de Mora. O programa inclui ainda, para Outubro, uma exposição itinerante em Mora, para a divulgação da obra de Manuel Ribeiro de Pavia junto de escolas e outros espaços públicos. Seguir-se-á a criação de um prémio de pintura «Pintar Pavia», a ter lugar de dois em dois anos e a realização de uma conferência sobre a vida e obra do autor.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: