Três dias de convívio, fraternidade e luta
<font color=0094E0>«Não há Festa como esta!» </font>
A 32.ª edição da Festa do Avante!, que amanhã se inicia, volta a marcar de uma forma incomparável a realidade política e cultural do nosso país, resultado da capacidade de realização dos militantes do PCP e da JCP - e seus amigos - da sua militância e generosidade, num imenso trabalho colectivo, para estar tudo pronto quando a Festa abrir as suas portas aos muitos milhares de visitantes.
No actual contexto de grandes dificuldades para os trabalhadores e para o povo português, e de um fortíssimo ataque do Governo PS contra os direitos sociais, económicos e culturais, a Festa do Avante! insere-se na vasta e diversificada intervenção do PCP e constitui um factor de renovada confiança e alento, para os que combatem a política de direita e aspiram a uma ruptura, a um País mais justo, fraterno, solidário, a um mundo de paz e amizade entre os povos.
O início oficial da maior iniciativa político-cultural de massas feita em Portugal é assinalado, com natural emoção, pelas 19 horas, na Praça da Paz, por muitas centenas de militantes, para além dos visitantes que já se encontram no terreno. Depois de lançados os primeiros foguetes, o secretário-geral do PCP fará uma intervenção de boas vindas a todos.
Aqui, o teatro, a dança, o desporto, as tecnologias, as exposições, a gastronomia, o artesanato, os livros, a rádio, a ciência, os espectáculos, as organizações do PCP, a JCP, vão proporcionar aos visitantes três dias intensamente vividos. Em termos musicais, para além do vasto, rico e diversificado programa de espectáculos, o grande destaque vai para a Grande Gala de Ópera, que abre a programação do Palco 25 de Abril.
No domingo, às 18 horas, a Festa culmina com uma grande iniciativa política – o Comício – que, com a participação de milhares de militantes e simpatizantes comunistas, constituirá, igualmente, um momento de grande afirmação política. Ali intervirão Carina Castro, da Direcção Nacional da JCP, José Casanova, director do Avante!, e Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do PCP.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: