A Campanha que se prolongará até ao final do mês de Outubro, e decorrerá sob o lema «É tempo de lutar, é tempo de mudar – Mais Força ao PCP», «constitui uma grande acção do Partido, de contacto com os trabalhadores e as populações, de esclarecimento e mobilização contra as alterações ao código do trabalho, pelo combate à precariedade e pela valorização dos salários». No quadro da Campanha, destacam-se «a realização de grandes comícios, acções e iniciativas de rua, uma forte presença de propaganda visual por todo o País e um contacto directo com centenas de milhar de trabalhadores a ser concretizado pelos militantes do Partido». Durante esta acção, dedicar-se-á quatro dias a «problemas concretos com que os trabalhadores e as populações estão confrontados», com uma programação e iniciativas específicas: horários de trabalho; precariedade; valorização dos salários; combate às injustiças sociais e desemprego.