O Encontro de São Paulo é um dos maiores realizados por partidos comunistas e operários
10º Encontro de Partidos Comunistas e Operários
A alternativa é o socialismo
Pela primeira vez fora do continente europeu, começa amanhã, em São Paulo, o 10.º Encontro de Partidos Comunistas e Operários. O Partido Comunista do Brasil é o anfitrião do evento.
Iniciados em 1999, em Atenas, por iniciativa do Partido Comunista da Grécia, os Encontros têm-se sucedido desde então assinalando um crescente sucesso quanto à participação de partidos comunistas e operários, e difusão das conclusões do debate entre os trabalhadores e os povos de todo o mundo.
O PCP acolheu o Encontro, em 2006, ocorrido entre 10 e 12 de Novembro, em Lisboa, e mais recentemente, a 16 de Fevereiro, também na capital portuguesa, decorreu a reunião do Grupo de Trabalho, estrutura que congrega 11 partidos. Nesta reunião decidiu-se agendar para a São Paulo o Encontro sob o lema «Novos fenómenos no quadro internacional. Contradições e problemas nacionais, sociais, ambientais e interimperialistas em agravamento. A luta pela paz, a democracia, a soberania, o progresso e o socialismo e a unidade de acção dos partidos comunistas e operários».
O ano passado, o plenário realizou-se em Minsk, na Bielorrússia, entre 2 e 5 de Novembro, com nota marcante para a comemoração dos 90 anos da Revolução de Outubro, a actualidade e validade dos seus ideais, os comunistas na luta contra o imperialismo, pelo socialismo, e uma participação de 72 partidos oriundos de 59 países.
Para o Encontro que amanhã arranca na cidade brasileira e decorre até ao dia 23, está já confirmada a presença de 73 formações políticas de todos os continentes. O Partido Comunista Português estará representado por Ângelo Alves, da Comissão Política e da Secção Internacional do PCP.

Debater e agir

Se para o Partido Comunista do Brasil o acolhimento do 10.º Encontro é um marco nos seus 86 anos de história e, simultaneamente, um estímulo ao seu reforço e preparação para os desafios que enfrenta no plano nacional e regional, para o conjuntos dos partidos comunistas e operários, a par do significado que igualmente partilham com o PC do B, o Encontro representa uma oportunidade para analisar e debater, trocar experiências, perspectivas e alargar a compreensão mútua, tendo como objectivo central o fortalecimento do movimento comunista internacional e a criação da sua unidade partindo da acção concreta.
A adopção de várias posições conjuntas sobre diversas matérias candentes na actualidade – a respeito da 5.ª Cimeira entre a União Europeia e a América Latina e Caraíbas (UE/ALC), sobre a proclamação unilateral de independência do Kosovo e a ingerência do imperialismo norte-americano e da União Europeia nos Balcãs, sobre a situação no Médio Oriente, o militarismo e a guerra, por exemplo - revela que o trabalho tem sido frutífero neste campo e que há ainda um amplo espaço para avançar no que concerne à cooperação, concertação de posições e análises e prática comuns.
No Encontro de São Paulo, preve-se a aprovação de um documento de solidariedade para com a luta dos povos da América Latina, e a divulgação de uma proclamação de apelo aos trabalhadores e aos povos de todo o mundo sobre a crise do capitalismo e a alternativa socialista não apenas como necessidade mas como possibilidade objectiva do tempo que vivemos, a qual teve, na fase da sua elaboração, um activo contributo do Partido Comunista Português.

Programa do Encontro

Quinta-feira, 20 de Novembro
Reunião do Grupo de Trabalho e reuniões informais entre os diversos partidos.


Sexta-feira, 21 de Novembro
Manhã - Abertura e instalação do 10.º Encontro
Intervenção de abertura a cargo do Partido Comunista do Brasil, partido anfitrião do 10.º Encontro
Manhã/Tarde - Intervenções dos partidos presentes relacionadas ao tema geral do Encontro: «Novos fenómenos no quadro internacional. Contradições e problemas nacionais, sociais, ambientais e inter-imperialistas em agravamento. A luta pela paz, a democracia, a soberania, o progresso e o socialismo e a unidade de ação dos Partidos Comunistas e Operários».


Sábado, 22 de Novembro
Manhã - Continuação das intervenções dos partidos presentes.
Noite – Acto Político aberto ao público em solidariedade aos povos da América Latina, organizado pelo PCdoB, com a presença de todos os participantes do 10.º Encontro e de outros partidos convidados membros do Foro de São Paulo e outros Partidos brasileiros.


Domingo, 23 de Novembro
Manhã/Tarde – Inicio do terceiro dia de trabalho com a continuidade das intervenções dos partidos presentes. Encerramento dos trabalhos.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: