Dois Contos, de Joaquim Lagoeiro

A edição é da Célula da Cultura Literária do Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP e tem por título «Dois Contos», de Joaquim Lagoeiro, autor que completou 90 anos em Setembro do ano passado. E a forma que os seus camaradas e amigos encontraram para assinalar o seu aniversário e o saudar, como os próprios explicam em nota de abertura no livro, foi «editar este brinde inédito à sua saúde e à sua arte».
Com uma tiragem de 500 exemplares, numerados, esta pequena preciosidade, de singelo e cuidado grafismo, tem na capa o óleo de Luís Ralha A Fábrica na Cidade e na contracapa uma foto do escritor, de António Maia de Lima.
Joaquim Lagoeiro, que publicou a sua primeira obra em 1947 – Viúvas de Vivos - , possui uma vasta bibliografia com quase cerca de três dezenas de títulos, tendo em preparação três novos livros: Nas Margens do Amor, Erótica e Satírica e O Baile.


Cinco mil euros para estudar

Um estudante da Universidade de Coimbra gasta, em média, mais de cinco mil euros por ano, segundo um estudo encomendado pela Associação Académica (AAC). «Estas conclusões não nos surpreendem, mas vêm provar que hoje o ensino superior não é para todos, porque não é qualquer família que pode dispor de 5260 euros por ano para ter um filho na universidade», disse, à Lusa, André Oliveira, presidente da associação, lembrando que, diariamente, muitos estudantes procuram a AAC «com situações preocupantes».
«Recebemos um estudante dos PALOP que trabalha e tem um bom aproveitamento escolar, mas nem sequer consegue pagar as propinas do ano passado, o que o impede de inscrever-se nos exames», referiu o dirigente estudantil.


Economia em crise

Em Dezembro, a economia portuguesa atingiu um novo mínimo histórico. O indicador de confiança dos consumidores «acentuou em Dezembro a diminuição observada nos dois meses anteriores», devido à deterioração das perspectivas de evolução do desemprego e da economia, refere um estudo do Instituto Nacional de Estatísticas.
A justificar a queda do clima económico esteve a quebra de confiança na indústria transformadora e no comércio (ambas em mínimos desde 1989), a intensificação da queda da confiança na construção e obras públicas, prolongando as quedas dos seis meses anteriores, e a descida pelo sétimo mês consecutivo nos serviços, para mínimos de cinco anos.


António Carmo expõe em Lisboa

Está patente, na Galeria Galveias, em Lisboa, até ao dia 21 de Fevereiro, a exposição de António Carmo «Navegando pelos ateliers da memória». A mostra consta de 15 telas que revisitam, homenageando-os, grandes nomes da história da pintura, como Botticelli, Velasquéz, Vermeer, Lautrec, Gauguin, Klimt, Picasso, Matisse ou Frida Kahlo.
Esta exposição foi mostrada pela primeira vez em Setembro de 2008, em Bruxelas. Uma outra exposição do autor, dedicada aos 40 anos de carreira, teve início em Outubro de 2007 no Porto e terminará em Havana, Cuba.


Inéditos de Luiz Pacheco

A Perve Galeria realizou entre os dias 5 e 10 de Janeiro uma homenagem ao escritor Luiz Pacheco, falecido há cerca de um ano. Na ocasião, foi revelado algum material inédito do escritor e um «Diário Falado» gravado pelo próprio entre 1994 e 1998.
Do espólio inédito constavam fotografias e documentos alusivos à sua relação editorial e artística com Mário Cesariny e demais autores da Contraponto, editora fundada pelo escritor em 1950. A iniciativa integrava-se no âmbito do 2.º Encontro de Arte Global, que evoca Mário Cesariny.


Cristiano Ronaldo eleito melhor do mundo

O futebolista português Cristiano Ronaldo foi eleito, segunda-feira, pela Federação Internacional de Futebol (FIFA) melhor jogador do mundo. O prémio, entregue na Gala da FIFA em Zurique, resultou da votação de seleccionadores e capitães das selecções, que acabou por ser bastante consensual, já que Cristiano Ronaldo conseguiu mais votos do que a soma dos averbados pelo segundo e terceiro classificados, o argentino Lionel Messi e o espanhol Fernando Torres, respectivamente.
Aos 23 anos, o jogador do Manchester United, de Inglaterra, é o segundo português a vencer o troféu, ganho em 2001 por Luís Figo. Na época passada, o Manchester United venceu o Mundial de Clubes, a Liga dos Campeões e a Liga Inglesa.


Resumo da Semana