Desemprego sempre a subir

Mais de dois mil trabalhadores viram em 2008 os seus contratos de trabalho suspensos ou os horários reduzidos em resultado de processo de lay-off, sete vezes mais do que em 2007. Segundo dados da Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, no ano passado, de um total de 47 empresas, elevou-se a 2 091 o número de trabalhadores que perderam o emprego, enquanto em 2007 os processos desta natureza foram 15, envolvendo 302 trabalhadores. Para este crescimento de mais de 500 por cento contribuiu em muito o mês de Dezembro passado, com 1 159 trabalhadores afectados por aquele mecanismo de suspensão laboral, mais do dobro do verificado entre Janeiro e Novembro.
Por outro lado, no que se refere aos despedimentos colectivos, ainda segundo aquele organismo, foram mais de 3 300 os trabalhadores atingidos por este flagelo, contra 2 289 contabilizados em 2007, ou seja, um aumento em cerca de 45 por cento.


<i>World Press Photo</i>

O repórter fotográfico norte-americano Anthony Suau foi o vencedor do prémio de Melhor Fotografia na 52ª edição do World Press Photo.
A imagem, publicada na revista Time, mostra um polícia a revistar uma casa abandonada em Cleveland, no Ohio, EUA, e foi tirada por Anthony Suau, ele próprio a viver o drama do desemprego pelo menos até à passada semana, altura em que foi anunciado o prémio pela organização, em Amesterdão.
Na sequência de um despejo, que tirou a habitação a quem se viu sem meios para a pagar, num impressionante registo a preto e branco, este é um documento revelador da face cruel e desumana do sistema capitalista mergulhado numa das suas crises mais profundas.
O World Press Photo é considerado um dos mais importantes prémios de reconhecimento do trabalho dos repórteres fotográficos em todo o mundo.


Economia contrai-se

A economia portuguesa teve a segunda maior contracção entre os países da Zona Euro, no quarto trimestre de 2008, face ao trimestre anterior, de acordo com os dados do Eurostat divulgados na passada semana.
Os números do gabinete de estatística europeu mostram que o conjunto da Zona Euro viu o seu Produto Interno Bruto (PIB) recuar 1,5 por cento no quarto trimestre de 2008, face ao terceiro trimestre.
Em Portugal, essa descida foi de 2,0 por cento, o segundo valor mais elevado no conjunto dos países do euro, só inferior à queda de 2,1 por cento da Alemanha.
No conjunto da União Europeia, Portugal surge na terceira pior posição, atrás da Lituânia e da Alemanha. A Espanha, um dos principais parceiros comerciais de Portugal, viu o PIB cair 1,0 por cento.
Dados divulgados no mesmo dia pelo Instituto Nacional de Estatística vieram confirmar, por outro lado, que esta baixa da economia portuguesa no último trimestre de 2008 (dois por cento) é a maior desde o primeiro trimestre de 1993. Com efeito, é preciso recuar ao primeiro trimestre de 1993 (na altura o PIB caiu 2,6 %) para encontrar uma contracção do Produto Interno Bruto (PIB) mais forte que a registada nos últimos três meses do ano passado.


Souselas ganha na Justiça

O Tribunal Central Administrativo Norte ordenou no dia 13 a suspensão da co-incineração de resíduos industriais perigosos (RIP) na cimenteira de Souselas. O acórdão do Tribunal Central Administrativo Norte (TCAN), que surge na sequência de uma acção cautelar sob a forma de acção popular interposta por um Grupo de Cidadãos de Coimbra, anula a decisão de Outubro último do Tribunal Administrativo e Fiscal de Coimbra (primeira instância) que tinha sido favorável ao Ministério do Ambiente e à Cimpor. «Finalmente fez-se justiça num processo de muitos anos de luta quase de pigmeu contra colosso», afirmou o advogado Castanheira Barros, representante daqueles cidadãos que de forma organizada se têm oposto à co-incineração em Souselas.


Em defesa da pesca lúdica

Pescadores lúdicos do Algarve e Alentejo realizaram no dia 15 uma acção de protesto, sob a forma de marcha lenta automóvel, contra a Portaria que restringe a actividade piscatória no Parque Natural da Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano.
Organizada por uma Comissão de Pescadores da Pesca Lúdica, esta jornada decorreu entre Lagos e Sagres num percurso onde a caravana automóvel atingiu mais de dez quilómetros, culminando com uma concentração de mais de três mil pessoas junto à fortaleza de Sagres.
Em abaixo-assinado que recolheu já milhares de assinaturas é exigida a revogação das Portarias 143 e 144 do corrente ano, que limita o período de pesca durante a semana, interdita zonas tradicionais, define os instrumentos de captura, impõe a redução do pescado e discrimina os pescadores entre naturais ou residente dos concelhos que integram o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina e os provenientes de outras áreas do País. Na manifestação esteve presente uma delegação do PCP constituída pelo deputado José Soeiro e autarcas da região do Algarve.


Resumo da Semana