Atraso na Madeira

Há mais de três meses que o Instituto Profissional de Transportes e Logística da Madeira não paga os salários aos seus formadores e restantes trabalhadores, revelou ontem o PCP, adiantando que, através do grupo parlamentar na Assembleia Legislativa Regional, os comunistas vão questionar os responsáveis do Governo Regional.
O PCP/Madeira salienta que estão em causa dinheiros públicos, pois o IPTL é uma escola profissional que se encontra sob a tutela da secretaria regional da Educação e Cultura, e faz parte do programa «Rumos», co-financiado pela UE com verbas a fundo perdido.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: