Festival de Teatro arranca em Almada

A 26.ª edição do Festival Internacional de Teatro de Almada iniciou-se, no sábado, 4, com uma vasta programação, onde se destacam 27 espectáculos, nove dos quais em estreia, produzidos por companhias de dez países (Portugal, Alemanha, Angola, Argentina, Bélgica, Chile, Espanha, França, Itália e Rússia).
O programa do festival, que decorre até dia 18, inclui uma exposição de imagens do Teatro Latino-Americano, organizado com a colaboração da revista espanhola ADE (Associação de Encenadores de Espanha), o Instituto Internacional de Teatro do Mediterrâneo e a Casa da América Latina.
Um seminário sobre tradução de textos teatrais, em colaboração com o Teatro Nacional de São João, e um encontro de estética e teoria cultural denominado «Política.Criação.Valor», em colaboração com o Instituto Franco-Português, são outras iniciativas do certame.
O actor Ruy de Carvalho, de 82 anos, considerado um dos maiores actores portugueses da segunda metade do século XX, será este ano homenageado pelo festival, com uma mostra documental sobre a sua carreira, organizada com o contributo do Museu Nacional do Teatro.
Outras exposições, workshops, leituras encenadas, animação e música na esplanada completam o programa da 26.ª edição do Festival Internacional de Teatro de Almada.


Reedição póstuma de Simões Abreu

O Instituto Superior Técnico – IST Press promoveu, no dia 1, o lançamento da reedição do livro de matemática Funções de variável Complexa, Teoria e Aplicações, da autoria de António Simões de Almeida. A obra, originalmente editada em 1977, foi apresentada pelos professores Nunco Crato e Jaime Campos Ferreira.
O seu autor, António Horácio Simões de Abreu (1923-2005), formado em Engenharia Electrotécnica e eminente matemático, aderiu ao PCP em 1942, nas Juventudes Comunistas, tendo integrado desde finais de 1946 até 1948 a Comissão Central do MUD-Juvenil, entre outros com Areosa Feio, Júlio Pomar, Mário Soares, Octávio Pato, Óscar dos Reis, Rui Grácio e Salgado Zenha.
Em 1958 trabalhou com Arlindo Vicente, e teve papel destacado no entendimento da sua candidatura com a de Humberto Delgado. No final de uma vida politicamente muito activa participou, pouco antes do 25 de Abril, no Congresso dos Engenheiros e, no início da revolução, no movimento sindical docente que teve então um amplo desenvolvimento. Preso seis vezes durante o fascismo, Simões Abreu recebeu a Ordem da Liberdade dias antes de falecer em 2005.


Veículo português ganha prova de economia

O protótipo XC20i, concebido pela equipa Eco-Veículo da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, estabeleceu um novo recorde ibérico de economia de combustível, ao percorrer mais de 2300 quilómetros com um litro de gasolina sem chumbo de 95 octanas.
Para além de renovar um recorde que já lhe pertencia desde 2001, este resultado permitiu que a equipa portuguesa obtivesse a sua primeira vitória internacional, durante a prova de Rockingham Motor SpeeWay, no Reino Unido, realizada nos dias 30 e 1.


Indústria cai 20% em Espanha

A produção industrial espanhola caiu 20,5 por cento no mês de Maio, em relação ao mesmo mês do ano anterior, segundo dados oficiais corrigidos das variações sazonais.
Este foi o 13.º mês consecutivo de redução da actividade das fábricas e minas, bem como o valor negativo mais elevado registado pelo Instituto Nacional de Estatística. Até agora, a maior queda tinha sido registada em Dezembro de 2008 (20%). Em Abril passado, este indicador havia recuado 19,4 por cento.
Estes resultados alarmantes desmentem a ideia de que o sector já estava em fase de recuperação após ter atingido o seu ponto mais baixo no primeiro trimestre do ano. Ao mesmo tempo, os analistas atribuem a ligeira melhoria dos indicadores no sector dos serviços e na procura de emprego (este último diminuiu em Junho pelo segundo mês consecutivo), ao plano governamental de relançamento da economia, um dos maiores do mundo, com um valor equivalente a 4,2 por cento do Produto Interno Bruto.
Todavia, com o termo dos incentivos estatais previstos até final deste ano, o conjunto dos sectores corre o risco de voltar a mergulhar na recessão, podendo então registar-se novos recordes absolutos.


PC da China atinge 76 milhões de militantes

O Partido Comunista da China registou quase três milhões de novas adesões durante o ano de 2008, segundo revelou, no dia 1, o jornal Diário do Povo, órgão central do PCC.
Os novos militantes, 80 por cento dos quais tem menos de 35 anos, foram recrutados entre mais de dez milhões de candidaturas.
Fundado em 1921, o Partido Comunista da China conta hoje com 76 milhões de militantes, sendo de longe a maior organização política do mundo, que dirige os destinos de um país com mais de 1300 milhões de habitantes.


Alemanha reabilita condenados pelos nazis

Os soldados do exército nazi que foram condenados por «traição» vão finalmente ser reabilitados pelo governo alemão, passados mais de 64 anos sobre destruição do regime hitleriano.
Depois de os «desertores» terem logrado a reabilitação em 2002, o executivo de Bona acaba de aprovar um projecto de lei onde reconhece que também os condenados por «traição» devem ser considerados como resistentes ao regime nazi e não como traidores.
Durante anos, os conservadores do partido da actual chanceler, Angela Merkel, opuseram-se à reabilitação destes antifascistas, alegando que a sua actuação podia ter prejudicado os seus camaradas de armas.
Mais de 30 mil soldados alemães foram condenados por traição pela justiça nazi, dos quais 20 mil foram executados.


Resumo da Semana