Rostos Transmontanos

São rostos marcados pelo tempo. Faces duras, enrugadas, pele curtida por anos de trabalho árduo. Olhares profundos, penetrantes, mantendo uma vivacidade que o peso dos anos não emudeceu. Transmitem confiança e futuro. São gente. Povo que a objectiva de Paulo Augusto Patoleia soube captar com talento num acto de grande sensibilidade e amor. Chamou-lhes «Rostos Transmontanos» e, como o próprio autor afirma, são homens e mulheres com os quais se cruza nas feiras e mercados de Trás-os-Montes, neles encontrando a «essência deste povo». É o registo fotográfico dessas «emoções», «olhares» e «momentos» que pode ser apreciado nesta belíssima exposição patente no Museu da República e Resistência (Rua Alberto de Sousa, nº 10 A, Rêgo) até ao próximo dia 10.


Discriminação com base na deficiência

A Associação Portuguesa de Deficientes (APD) quer regulamentar os conceitos da lei aprovada em 2006 contra a discriminação com base na deficiência, por forma a evitar que processos jurídicos se percam numa teia de interpretações.
«Queremos que as pessoas que se sintam discriminadas tenham um instrumento legal que possa suportar qualquer acção da sua parte para defesa dos seus direito», declarou o presidente da APD, Humberto Santos, à margem de uma mesa redonda onde foi debatida a regulamentação da Lei 46/2006.
Ainda que sem números concretos, mas baseada em contactos informais, a APD sabe que é muito diminuto o número de queixas, defendendo por isso que «é preciso saber» de forma mais aprofundada quais as razões para que tal aconteça.


Morreu Mário Merlino

O espanhol Mário Merlino, escritor e tradutor de escritores lusófonos como Jorge Amado, Eça de Queirós, Mia Couto, Nélida Piñon e António Lobo Antunes, morreu no dia 28, em Madrid, aos 61 anos.
Distinguido em 2004 pela sua tradução do «Auto dos Condenados» de António Lobo Antunes, Merlino ficou conhecido pela sua ampla experiência profissional e pela dedicação no sentido da melhoria das condições dos tradutores no país vizinho.
Foi autor de vários livros, entre eles «El medievo cristiano», «Cómo jugar y divertirse con palabras», «Cómo jugar y divertirse con periódicos» e «Libaciones y otras voces».
Começou a sua actividade em 1977, traduzindo também escritores italianos, franceses, catalães e ingleses.


Violência doméstica

As denúncias de violência doméstica registadas pela PSP têm vindo a aumentar, verificando-se no ano passado um acréscimo de 35 por cento. Segundo os últimos dados daquela força de segurança, o número de processos abertos em 2008 foi de 17 647, mais 4597 do que no ano anterior. Em 2006 os casos identificados foram 11 683. Esta evolução não significa necessariamente um aumento do crime, mas um maior número de denúncias por parte das vítimas que sentem um maior à-vontade para expor a sua situação e uma maior confiança nas forças policiais.
As vítimas de violência doméstica são na sua grande maioria mulheres entre os 20 e os 40 anos, sujeitas a agressões físicas, ameaças e injúrias.


Fluviário de Mora atrai milhares

O Fluviário de Mora recebeu no início desta semana o visitante 400 000. Este excepcional resultado, atingido dois anos e cinco meses depois da sua abertura, diz bem da qualidade do equipamento e do interesse que despertou junto do público.
Iniciativa da Câmara Municipal de Mora, o Fluviário foi já distinguido com um número considerável de prémios, nomeadamente o «Melhor Museu Português de 2007», outorgado pela Associação Portuguesa de Museologia, tendo igualmente recebido o International Architecture Awards 2008 – Chicago Athenaeum, galardão que premeia os edifícios mais importantes da década actual e que é considerado o prémio mundial de maior prestígio nas áreas da arquitectura, arquitectura paisagística, decoração de interiores e planeamento urbano.
Além de mostrar mais de 500 peixes de 55 espécies de todo o mundo, em habitats naturais, aquáticos e terrestres, num percurso entre a nascente e foz de um rio, o primeiro grande aquário da Europa tem para oferecer aos visitantes uma exposição temporária dedicada aos anfíbios, patente até Março do próximo ano, dispondo ainda de várias actividades diárias dirigidas às crianças.


Resumo da Semana