Com Outubro, será possível rasgar novos horizontes na luta pelo socialismo
PCP comemora Revolução de Outubro
Prosseguir a luta pelo socialismo
O PCP está a assinalar o 92.º aniversário da grande revolução socialista de Outubro de 1917 com várias iniciativas por todo o País. Momentos ímpares de convívio e reflexão entre comunistas, nestas iniciativas exaltou os valores e realizações da primeira experiência concreta de construção do socialismo e as portas que abriu para a luta dos trabalhadores e dos povos do mundo.
Durante o fim-de-semana, foram dezenas de iniciativas do Partido que, de uma forma ou de outra, assinalaram a Revolução de Outubro. Em acções convocadas expressamente com esse efeito ou aproveitando a realização de diversas reuniões, plenários e convívios, os comunistas não deixaram que ficasse esquecida esta data maior da história da humanidade na sua exaltante caminhada para a efectiva liberdade, justiça e igualdade. Não permitindo que dela ficasse apenas o que os seus detractores inimigos de classe pretendem que fique, sublinharam as suas conquistas históricas e feitos heróicos mas também as terríveis consequências do desaparecimento da União Soviética e das derrotas do socialismo no Leste da Europa.
Avanços e derrotas que provam que o socialismo é não só necessário como possível e que representa a única alternativa ao capitalismo e às dramáticas consequências que lhe são inerentes. Este ano, como nos anteriores, os comunistas portugueses assinalaram este aniversário com os olhos bem firmes nos combates do presente e do futuro. Certos de que, com os ensinamentos da experiência de Outubro, será possível rasgar novos horizontes na luta pela construção de uma sociedade livre de todas as formas de exploração e opressão – o socialismo e o comunismo.
Das múltiplas acções realizadas, destacamos duas, pela sua importância: o almoço de segunda-feira na sede nacional do PCP, que contou com a participação de dezenas de funcionários e colaboradores da estrutura central do Partido, e no qual interveio Jorge Cordeiro, membro do Secretariado e da Comissão Política; e o almoço de sábado, na Quinta da Atalaia, promovido pelo Sector do Património, no qual tomou da palavra o director do Avante! e membro do Comité Central José Casanova.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: