CGTP-IN prepara greves, concentrações e desfiles
Todos ao protesto de 8 de Julho!

Em todos os sectores, os trabalhadores estão convocados para paralisações, greves e manifestações no dia nacional de protesto e de luta da CGTP-IN, agendado para 8 de Julho. A central apela à mobilização geral.

Além das concentrações, até agora anunciadas pelas uniões sindicais da CGTP-IN, nos sectores público e privado, em cada empresa e local de trabalho, estão agendadas greves parciais ou de 24 horas, para facilitar a participação do maior número possível de trabalhadores no «Dia nacional de protesto e de luta», marcado pela central, para a próxima quinta-feira.

Por todo o País estão previstas concentrações e plenários, nos locais de trabalho, com desfiles e manifestações, nas respectivas localidades, que convergirão, posteriormente, para as concentrações distritais.

Todos os trabalhadores, reformados, pensionistas e jovens que pretendam protestar «Contra o desemprego e a precariedade, por mais e melhores empregos, salários, direitos e serviços públicos» estão convocados para esta luta nacional descentralizada.

A CGTP-IN apela para que, até 8 de Julho, todos contribuam para o sucesso desta acção, sensibilizando para a importância da participação, por considerar que só a luta, dos trabalhadores, em unidade, com as populações, poderá travar e impedir as políticas de direita, acordadas entre o PS e o PSD.

A mesma luta

A Comissão Executiva da Direcção Nacional da CGTP-IN manifestou solidariedade com as greves gerais na Grécia e no País Basco, Espanha, cumpridas anteontem, através de duas notas à imprensa. Às principais organizações sindicais gregas, a central manifestou «fraterna solidariedade e apoio a esta grande jornada de luta, contra novos cortes orçamentais e o agravamento das pensões de reforma». Aos sindicatos bascos, «ELA-STV, LAB e outras centrais bascas», que convocaram esta greve geral, a CGTP-IN manifestou solidariedade na luta «contra as mais recentes medidas governamentais que afectarão, de forma muito particular, os trabalhadores e as camadas sociais mais desfavorecidas».

Lutas por todo o País 

Em Bragança, a concentração distrital será na Praça Cavaleiro Ferreira, às 15.30 horas, seguindo-se um desfile até ao Governo Civil, como em Braga, onde a concentração terá lugar à mesma hora, no Parque da Ponte. Como no Porto (Praça da Batalha às 15 horas), em Aveiro (Largo da Estação da CP, às 15 horas), Leiria (Jardim/Largo do Papa, às 15 horas), Setúbal (Praça do Quevedo, às 9.30 horas), Évora (Largo Luís de Camões, ás 11 horas) e Faro (junto ao liceu de Faro, às 16 horas), os participantes desfilarão até aos respectivos governos civis, onde entregarão resoluções ou moções aprovadas nas concentrações distritais.

Em Lisboa, a concentração terá lugar no Rossio, pelas 15 horas, seguindo-se uma manifestação até à residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento.

Em Viseu (17 horas) e na Guarda (Largo Frei Pedro, às 12.30 horas) ocorrerão concentrações diante dos respectivos governos civis. Em Coimbra, a concentração será junto da delegação do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, pelas 16 horas, seguindo, depois, em manifestação até à Segurança Social. Para Santarém estão marcadas duas concentrações distritais, no Entroncamento (16 horas, na Praça da República) e em Tomar (10.30 horas, na Praceta Olivença). Em Beja, a concentração terá lugar na Praça Diogo Fernandes, no Jardim do Bacalhau, pelas 11 horas.

A concentração na Covilhã está marcada para o Largo S. J. Malta, às 16.30 horas, para a qual serão disponibilizados transportes. Em Viana do Castelo, os trabalhadores vão concentrar-se, a partir das 10 horas, no Jardim D. Fernando, de onde desfilarão para a Praça da República. Nos Açores, em Ponta Delgada, está agendado um plenário para as 14 horas, no S. Miguel Parque Hotel, estando por anunciar os contornos da acção em Angra do Heroísmo.

Na Madeira, a concentração será junto à Assembleia Legislativa, a partir das 17.30 horas.

Em Vila Real, trabalhadores e representantes sindicais vão concentrar-se na Rua Morgado Mateus, Bloco B, loja 14, às 15 horas.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: