Nas manifestações de pesar por Mahfud Ali Beiba
Marrocos detém dezenas de saaráuis

A polícia marroquina deteve dezenas de pessoas em El Aiun, cidade capital do Saara Ocidental, na sequência de uma manifestação de pesar pela morte do dirigente da Frente Polisário Mahfud Ali Beiba, falecido na passada sexta-feira.

À concentração silenciosa, responderam as autoridades ocupantes com repressão, da qual, para além dos presos, diversos participantes resultaram feridos.

Os membros da polícia e do exército marroquino enviados para as cerimónias fúnebres impediram ainda que destacados defensores dos direitos humanos pudessem cumprir o seu dever de oração e pesar para com a família de Mahfud Ali Beiba.

Ali Beiba nasceu em 1953 no Norte do território saaráui. Actual presidente do Parlamento Nacional Saaraui, foi várias vezes primeiro-ministro da República Árabe Saaráui Democrática. Desde 1997, fazia parte da delegação da Frente Polisario nas negociações com Marrocos promovidas pelas Nações Unidas.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: