Mais de cem organizações estão envolvidas na campanha «Paz sim! NATO não!»
Acampamento de Verão em Avis
«Por um mundo de paz»

No âmbito do 17.º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, que terá lugar este ano na África do Sul, realiza-se, entre amanhã e domingo, um acampamento nacional, em Avis, na Albufeira do Maranhão. Durante os três dias não faltarão concertos, cinema ao ar livre, desporto, debates, canoagem e exposições.

 

Esta iniciativa, promovida pelo Comité Nacional Preparatório do 17.º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, que integra a campanha «Paz sim! NATO não!», visa contestar a realização, em Novembro, da cimeira da NATO em Portugal, onde se vai adoptar um «novo» conceito estratégico.

Os defensores da paz pretendem, desta forma, denunciar a natureza agressiva da NATO, os ataques militares que, desde a década de 1990, esta tem vindo a desencadear em diversas partes do mundo, o contínuo alargamento do seu âmbito de acção, assim como os perigos que tal representa para a soberania e para a liberdade dos povos.

Em Portugal, rejeitam ainda a submissão que o Governo e as autoridades portuguesas têm vindo a ter em relação à NATO, a participação crescente de tropas e forças militarizadas nacionais em guerras ao serviço da NATO, o uso irrestrito que é feito do território e do espaço aéreo nacional pelas tropas dos EUA e da NATO e a violação que tal política significa face aos princípios consagrados na Constituição da República Portuguesa.

Por outro lado, exige-se a retirada das forças portuguesas envolvidas em missões militares da NATO, o fim das bases militares estrangeiras e das instalações da NATO em território nacional, a dissolução da NATO, o desarmamento e o fim das armas nucleares e de destruição maciça e o cumprimento das determinações da Carta das Nações Unidas e da Constituição da República Portuguesa, em respeito pelo direito internacional, e pela soberania e igualdade dos povos.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: