Garantir a produção é essencial

Na sua demanda em defesa do aparelho produtivo e da produção nacional, o PCP questionou o Ministério da Agricultura e Pescas acerca das medidas que pensa tomar para garantir a sobrevivência da Adega Cooperativa de Lafões. O requerimento, apresentado pelo deputado comunista Agostinho Lopes, seguiu-se a uma reunião efectuada precisamente entre este parlamentar e a presidente daquela cooperativa.

Num comunicado da Comissão Inter-Concelhia do PCP de Lafões, de dia 19, relata-se que nessa reunião o Partido tomou conhecimento da «situação económico-financeira delicada» em que se encontra aquela instituição. Com equipamentos a precisar de modernização «urgente», os comunistas consideram que continua a ser uma «infra-estrutura indispensável para dezenas de pequenos e médios viticultores da região vinificarem e comercializarem a sua produção».

Em 2009, a adega foi impedida pela ASAE de efectuar a vinificação das uvas dos sócios sob o argumento das «más condições do equipamento de vinificação». Impedida de produzir vinho, a adega poderá encerrar a curto prazo, alerta o PCP.

Os comunistas pretendem saber ainda que condições terá a adega que garantir para que possa produzir vinho e a que programas terá de concorrer para modernizar as suas estruturas.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: