Para responder ao ataque do Governo e do patronato
e para corresponder ao crescente descontentamento

Ampliar a luta dos trabalhadores

Após a jornada nacional de ontem - com duas grandes manifestações a perspectivarem-se para o Porto e para Lisboa, com início marcado para depois da hora de fecho da nossa edição -, reúne-se hoje o Conselho Nacional da CGTP-IN, que deverá decidir o prosseguimento da luta. Ao Avante! os coordenadores das duas uniões de sindicatos dos distritos onde o protesto ia mostrar-se nas ruas salientaram, como sentimento expresso durante a preparação desta jornada, a necessidade de prosseguir e ampliar a luta, dando-lhe outra dimensão.



Concentração de polícias impôs progressões
Governo forçado a ceder

Ao segundo dia da concentração iniciada, dia 23, diante do Ministério da Administração Interna, para exigir o descongelamento de 1500 promoções, o Governo foi forçado a ceder.



«Com a luta de quem trabalha»
CGTP-IN celebra 40 anos

A grande assembleia de amanhã, que promete encher a Aula Magna, em Lisboa, marca o arranque de uma série de iniciativas dedicadas ao 40.º aniversário da CGTP-IN, em íntima ligação com o combate presente.

 



Cimeira da Frente Comum apela à luta
Repudiar mais perdas

Só a luta dos trabalhadores da Administração Pública poderá impedir uma ainda maior degradação das suas condições de vida e de trabalho, considerou a cimeira da Frente Comum que apelou à participação na jornada de luta de ontem.



Greves no Grupo Amorim
Tostões contra milhões

Os trabalhadores de empresas do Grupo Amorim estiveram ontem em luta, exigindo salários justos, e iam integrar-se na manifestação da CGTP-IN no Porto.

 



Greve em marcha nos transportes

Costa Santos - uma referência

Falta colocar muitos professores

Caos na Segurança Social

Encerrou a <i>Ferro Portugal </i>

Dia Mundial dos Professores

Breves