Comício da candidatura de Francisco Lopes na Voz do Operário
A força de um colectivo

O primeiro comício da candidatura de Francisco Lopes à Presidência da República, realizado no dia 29 na centenária Voz do Operário, em Lisboa, pela força e determinação ali demonstradas, provou ser esta a candidatura de um projecto e de um colectivo – aquele que levará a cabo uma campanha que se quer de massas, de esclarecimento e participação populares.



Libério Domingues
Sem omissões nem espaços em branco

Francisco Lopes
Ataque à democracia

Jerónimo de Sousa no Comício da Voz do Operário
Candidatura pronta para a luta

A candidatura de Francisco Lopes à presidência articula-se com a luta de massas contra a política de direita, agravada pelo Governo em conluio com o PSD e com o estímulo de Cavaco Silva.

O reforço da intervenção da candidatura «que não desiste de Portugal», que confiante no colectivo de comunistas e democratas, se coloca, sem ambiguidades, ao lado dos trabalhadores defendendo uma política patriótica e de esquerda, é fundamental para enfrentar os duros combates que se avizinham, abrindo caminho para as necessárias ruptura e mudança que invertam o rumo de declínio nacional, expressou o secretário-geral do PCP na intervenção de encerramento do comício da Voz do Operário, da qual publicamos alguns excertos.



Francisco Lopes no distrito do Porto
A crescer e a avançar

Francisco Lopes participou, no fim-de-semana em iniciativas nos distritos do Porto e de Beja. Em ambas as regiões ficou claro que a candidatura cresce e se afirma entre os trabalhadores e o povo.



Visita ao distrito de Beja
Um projecto que se afirma

Apostar no desenvolvimento do País

No dia 13, em Almada
Almoço com trabalhadores