Aconteu
Marco histórico na libertação de Angola

Image 6743

Foi há 50 anos que militantes do MPLA assaltaram a Cadeia de São Paulo e a Casa de Reclusão, em Luanda, com o objectivo de libertar patriotas angolanos presos. Esta acção, realizada em 4 de Fevereiro de 1961 e com a qual foi desencadeada a luta armada de libertação, foi assinalada em comunicado pelo PCP como «um marco histórico na luta heróica do povo angolano e do MPLA contra o colonialismo e o imperialismo, que viria a culminar 14 anos depois na conquista e proclamação da sua independência, a 11 de Novembro de 1975».

Saudando o Movimento Popular para a Libertação de Angola e o povo angolano, o PCP salienta que «assumiu sempre uma atitude inequívoca e um posicionamento de solidariedade fraterna e empenhada pela completa emancipação dos povos colonizados por Portugal, solidarizando-se, desde o primeiro momento, com a luta de libertação nacional e o direito à independência dos povos irmãos colonizados, estabelecendo laços fraternais com os movimentos de libertação nacional, considerando-os aliados do povo português na sua luta contra a ditadura fascista e o imperialismo.»

A efeméride foi ainda comemorada pelo PCP num almoço-convívio, realizado, sábado, na Freguesia do Vale da Amoreira, Moita, que contou com a participação de Ângelo Alves. Na ocasião, este membro da Comissão Política salientou a solidariedade dos comunistas portugueses com o MPLA, lembrando o seu papel decisivo na preparação da fuga de Agostinho Neto para fora de Portugal, onde já tinha sido preso várias vezes pela PIDE.


Faleceu António Borges Coutinho

Image 6744

António Borges Coutinho, uma das figuras de referência da oposição à ditadura fascista e da luta por um Portugal democrático, faleceu, dia 3, em Lisboa, com 87 anos,

Advogado em Ponta Delgada, participou na campanha eleitoral do General Humberto Delgado, sendo preso pela PIDE em 8 de Março de 1961 e transferido para Lisboa onde foi julgado em Tribunal Plenário. Integrou as listas da CDE em 1969, participou nos Congressos da Oposição Democrática de Aveiro e fez parte das listas do MDP/CDE às eleições nacionais em 1973.

Após o 25 de Abril, ocupou o cargo de Governador Civil do Distrito de Ponta Delgada, destacando-se na luta anti-separatista e pela democratização das regiões dos Açores e da Madeira. Em 1978 aderiu ao PCP, tendo sido candidato pela CDU/Açores à eleições para a Assembleia da República. Em 2001 foi agraciado pela Presidência da República, com o grau de Grande Oficial da Ordem da Liberdade.

Nas cerimónias fúnebres estiveram presentes Manuela Bernardino e Domingos Abrantes em representação da Direcção do PCP, Conceição Matos e José Cavaco. O Secretariado do CC e a DORAA do PCP dirigiram à família enlutada as manifestações do seu mais profundo pesar.


Bush perseguido por tortura

O antigo presidente norte-americano, George W. Bush, pode ser processado em qualquer país depois de ter admitido publicamente que tinha autorizado torturas nos interrogatórios dos serviços de segurança norte-americanos.

Quem o afirma é a Amnistia Internacional (AI), que entregou, dia 4, às autoridades da Suíça um extenso relatório requerendo a detenção de Bush, caso este realizasse a visita planeada para dia 12 àquele país.

Entretanto, a imprensa helvética, citada pela Lusa, noticiou que Bush cancelou, no sábado, a sua viagem devido a pressões de grupos de activistas. No seu relatório, a AI recorda o compromisso da Suíça na prevenção da tortura e sublinha as disposições da legislação internacional que obrigam o país a actuar contra George W. Bush.


Empresas despedem devido a portagens

Image 6745

Pelo menos 50 empresas da Beira Interior prevêem despedir pessoal e cinco até podem fechar portas ou mudar-se para Espanha caso sejam cobradas portagens nas A23 e A25.

Estes são os dados preliminares apurados pelo movimento «Empresários pela Subsistência do Interior», que serão entregues ao Governo até ao final do mês.

Luís Veiga, um dos dinamizadores do movimento que integra meia centena de empresários e associações, citado pela Lusa (03.02), afirma que os custos com as portagens «podem chegar aos 250 mil euros por ano, sendo que a maioria deverá pagar 35 mil euros por ano», valores incomportáveis em regiões despovoadas.

Além disso, o movimento defende que as SCUT do Interior se diferenciam daquelas onde já há portagens por serem «instrumentos de trabalho sem alternativas». A introdução de portagens nas referidas vias está prevista para 15 de Abril.


<i>UHF</i> descobertos por Nuno Martins

Image 6746

UHF, Assombro e Descoberta é o título de um ensaio de Nuno Martins que acaba de ser publicado pela editora Fonte da Palavra.

O trabalho, como o autor explica na introdução, resulta de uma série textos publicados entre 2004 e 2010 no blog pensamentotal, em que reflecte sobre o historial de uma das bandas precursoras do rock cantado em português, na óptica de um jovem que assistiu ao primeiro concerto dos UHF em Agosto de 2001, tendo ficado «viciado no som e na poética» do grupo.



Resumo da Semana
Frases