Breves
Professores

Uma providência cautelar intentada pelo Sindicato dos Professores do Norte foi aceite, dia 9, pelo Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto, que ordenou a citação da Universidade do Minho, com menção expressa de proibição da execução dos cortes salariais de 10 por cento. Para o sindicato, aquela pretensão «é arbitrária e manifestamente ilegal». A reitoria pretendia sancionar os trabalhadores que não informassem sobre os montantes auferidos em regime de acumulação.


Auxiliares

Na Covilhã, no agrupamento de escolas de Entre Ribeiras Paúl, a situação é «caótica e desesperante», devido a uma gritante falta de pessoal não docente, revelou, dia 9, através de um comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores, que reclamou a abertura de concursos para contratos de trabalho por tempo indeterminado. Naquele agrupamento, nos últimos dez anos saíram oito auxiliares da acção educativa, sem que as vagas tenham sido novamente preenchidas. Na Escola Básica de Unhais da Serra, «a função de Auxiliar da Acção Educativa é desempenhada, unicamente, por um desempregado», salientou o sindicato, considerando que «esta degradação deliberada da Escola Pública e das condições de trabalho é inaceitável e exige do Ministério da Educação a urgente e firme tomada de medidas».


CCT

Houve acordo na revisão do Contrato Colectivo de Trabalho (CCT) para as empresas que se dedicam à actividade comercial grossista de produtos farmacêuticos ou veterinários. Firmado pelo sindicato SITE CSRA/Fiequimetal e a associação patronal, Groquifar, o CCT prevê actualizações da tabela salarial e de outras matérias de expressão pecuniária, com efeitos a 1 de Janeiro de 2010, aguardando agora a publicação no Boletim do Trabalho e Emprego. O sindicato anunciou que está a preparar uma proposta de revisão salarial para 2011, tendo em conta o aumento do custo de vida.