China é a segunda economia mundial

Com um crescimento nos últimos anos próximo ou superior a dez por cento, o Produto Interno Bruto (PIB) da China ultrapassou pela primeira vez, em 2010, o do Japão, afirmando o país como a segunda economia mundial.

No ano passado,o PIB chinês cresceu 10,3 por cento, elevando-se a 5 878,6 mil milhões de dólares, segundo dados revelados em Janeiro por Pequim. Na segunda-feira, 13, o governo de Tóquio revelou que o PIB nipónico alcançou os 5 474,2 mil milhões de dólares. Desta forma, o Japão perdeu para a China o título de segunda economia, atrás dos Estados Unidos, que ostentava desde 1968.

Apesar de a riqueza produzida por habitante no país do Sol Nascente continuar a ser dez vezes superior à da China, o seu crescimento fulgurante leva os peritos do Banco Mundial a prever que, em 2005, a economia chinesa poderá destronar a dos Estados Unidos.

No que toca ao Japão, a sua descida no ranking foi também resultado da devastadora recessão provocada pela crise mundial. Em 2008, o PIB deste país diminuiu 1,2 por cento, afundando-se no ano seguinte 6,3 por cento. E se é certo que em 2010 deu sinais de reanimação com um crescimento de 3,8 por cento, tal está ainda longe de cobrir a regressão dos anos anteriores.

Enquanto isso, a economia chinesa manteve a sua vitalidade, resistindo para surpresa de muitos à tempestade que continua a abalar as principais economias hoje em declínio.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: