Acção de contacto e esclarecimento
Jornada Nacional da CDU
Contra o rumo de desastre nacional

A CDU realizou, no dia 19 de Abril, a sua primeira Jornada Nacional de propaganda – no quadro das presentes eleições legislativas – contra a intenção do Governo PS, com o apoio do PSD, do CDS e do Presidente da República, de abrir caminho a uma intervenção externa em Portugal por parte da União Europeia e do FMI.

Uma jornada que acontece um dia depois do início das negociações entre o FMI/BCE/UE e as instituições portuguesas, e que até ao momento já contou, por todo o País, com dezenas de iniciativas, envolvendo centenas de activistas – em particular candidatos da CDU – numa acção de contacto e esclarecimento dos trabalhadores e das populações, apelando à sua indignação e protesto contra os responsáveis pelo rumo de desastre nacional que atinge o País.

Com esta acção pretende-se ainda denunciar que a «ilegítima» intervenção externa visa continuar a apoiar a banca e os grupos económicos – nacionais e estrangeiros – ao mesmo tempo que impõe sacrifícios ao povo português e condiciona o futuro do País, assim como reafirmar que, tal como a CDU tem proposto, «havia e há alternativas a esta opção, com a renegociação da dívida pública, o apoio à produção nacional, a diversificação das fontes de financiamento».

Na Região de Setúbal, os candidatos e activistas da CDU estiveram na rua e nos locais de trabalho, esclarecendo e mobilizando junto dos trabalhadores da Siderurgia Nacional, no Seixal, na Metalúrgica, de Alhos Vedros, na AMAL e Comimba, Moita, na Câmara e nos SMAS de Almada, com as populações nas estações ferroviárias da Moita e Alhos Vedros.

Foram ainda feitos contactos na Portucel (Setúbal), nas câmaras municipais de Setúbal e Barreiro, no Hospital de Nossa Senhora do Rosário, no Terminal dos TST em Setúbal, na Fertagus (Pragal), na Transtejo (Cacilhas), nos mercados municipais da Torre da Marinha (Seixal), Sesimbra, 1.º de Maio e Levante (Barreiro), no Fórum Almada, no Centro Regional de Segurança Social (Setúbal), na Ecalma (Almada), na Câmara do Barreiro, na Baixa da Banheira, no Montijo, no Pinhal Novo, na Verderena e em Santo António da Charneca.

A jornada da CDU chegou ainda aos trabalhadores da Continental Teves e Visteon (Palmela), da Delphi (Seixal), da Lisnave (Setúbal), dos Transportes Colectivos do Barreiro e da Electro-Arco (Palmela).

No Porto, com a presença de Jorge Machado e Paula Baptista, segundo e terceiro candidatos das listas da CDU pelo círculo eleitoral do distrito, realizou-se contactos com a população de Vila Nova de Gaia, junto à Estação do Metro de D. João II.

No mesmo dia, mas na Covilhã, teve lugar uma acção de informação junto ao Pingo-Doce, com a participação, entre outros, de Vítor Silva, primeiro candidato da CDU pelo distrito de Castelo Branco.

Image 7387


Mural em Braga

 

Dezenas de activistas participaram, em Braga, na pintura de um mural contra a intervenção do FMI em Portugal, que vai ficar exposto durante três semanas com a afirmação: «FMI fora de Portugal. Contra o roubo. Soberania Nacional»

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: