Aconteu
Portugueses distinguidos em Locarno

Os realizadores portugueses Gonçalo Tocha e Gabriel Abrantes foram distinguidos na edição deste ano do festival de cinema de Locarno, na Suíça.

O júri, presidido pelo produtor Paulo Branco, distinguiu com uma menção especial o documentário É na terra não é na lua, de Gonçalo Tocha, e com um prémio para jovens talentos a curta-metragem Liberdade, co-realizada por Gabriel Abrantes e pelo norte-americano Benjamin Crotty

Já em 2010, Gabriel Abrantes tinha conquistado o Leopardo de Ouro na categoria de curtas-metragens, com A History of Mutual Respect, co-realizada com Daniel Schmit.

A produção suíço-argentina Abrir puertas y ventanas, dirigida por Milagros Mumenthaler, foi a vencedora do Leopardo de Ouro deste ano.


Corte de trânsito contra portagens na A22

Image 8292

Várias dezenas de pessoas protestaram, na segunda-feira, 15, contra a introdução de portagens na Via do Infante, realizando um cordão humano na Estrada Nacional 125, perto de Faro, que obrigou ao corte do trânsito.

O protesto, convocado pela Comissão de Utentes da Via do Infante (A22) e pelo Movimento contra as Portagens na A22, teve uma participação pouco numerosa, mas os organizadores mostraram-se satisfeitos com a acção.

João Vasconcelos, da Comissão de Utentes, salientou à Agência Lusa que o objectivo foi «demonstrar que os algarvios não desistem e vão continuar a lutar». Opinião similar foi expressa por João Fava, do movimento contra as portagens, realçando que «é necessário sermos persistentes», porque as portagens trazem «consequências graves e profundas para a região».


Serenata para Fidel

Image 8293

Cantores de nove países dedicaram, na sexta-feira, 12, em Havana, uma serenata a Fidel Castro, na véspera do 85.º aniversário do líder cubano. A «Serenata da Fidelidade», organizada pela Fundação Guayasamín, do Equador, prolongou-se por três horas no teatro Karl Marx, e contou com a participação de músicos da Argentina, Chile, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Cuba e também da Bulgária.

Os organizadores explicaram que a iniciativa visou prestar uma homenagem ao «irmão da Humanidade», sendo «fundamentalmente um acto de gratidão e de reconhecimento» a Fidel Castro, pela sua «exemplar solidariedade internacional, muitas virtudes e valores». O aniversário de Fidel foi assinalado em todo o mundo por organizações e personalidades progressistas.


Visita papal custa 100 milhões aos espanhóis

Mais de 100 associações pró-laicismo preparavam-se para se manifestar ontem, quarta-feira, 17, em Madrid, contra as despesas públicas ligadas à Jornada Mundial da Juventude e à visita de Bento XVI a Espanha, que hoje, quinta-feira, se inicia.

Sob o lema «Dos meus impostos, zero para o Papa. Estado laico!», as associações criticam o custo das jornadas e o seu peso nos cofres públicos, no momento em que mais de 20 por cento da população activa espanhola está desempregada.

«Não estamos de acordo com o facto de um acontecimento privado ser financiado com o dinheiro de todos», declarou, dia 12, numa conferência de imprensa, o presidente da Associação Madrilena dos Livres-Pensadores e Ateus, Luís Vega.

Segundo as associações, os governos regionais e as autarquias gastarão «mais de 100 milhões de euros» na Jornada Mundial da Juventude, a decorrer na capital espanhola de 16 a 21 de Agosto.


China inaugura porta-aviões

Image 8294

O primeiro porta-aviões chinês zarpou, dia 10, do porto de Dalian, na província de Liaoning, no Nordeste do país, para manobras no mar.

O navio começou a ser construído em 1985 pela União Soviética, que o baptizou de Variag, passando para a posse da Ucrânia em 1991, após a desagregação da URSS. Em 1998, a China adquiri-o com o objectivo de o transformar num casino flutuante em Macau, tal como já antes tinha feito com outros velhos porta-aviões soviéticos que vieram a ser utilizados para fins turísticos.

Porem, o Variag, que ainda não foi rebaptizado, com seus 300 metros de comprimento, foi reequipado no âmbito da modernização militar da China, que era o único membro do Conselho de Segurança da ONU a não possuir um navio deste tipo.

Face às preocupações manifestadas pelos EUA e pelo Japão, o Ministério chinês da Defesa apressou-se a esclarecer que o porta-aviões será utilizado principalmente para fins «científicos, testes e instrução», podendo ser utilizado para patrulhar as costas nacionais e «garantir a paz», sempre com carácter defensivo.


Justiça dos EUA<br>condena jovem a 30 anos

Um jovem de 16 anos foi condenado, na sexta-feira, 12, a 30 anos de prisão por tentativa de homicídio de um colega de turma.

O jovem disparou contra o colega à entrada da escola secundária que frequentava, em Indianápolis, nos Estados Unidos.

Antes de ser lida a sentença, procurando uma atenuação da pena, o arguido descreveu o seu ambiente familiar, o alcoolismo da sua mãe e as suas crescentes frustrações que o levaram a perpetrar o crime.



Resumo da Semana
Frases