Aconteu
Têxtil perde exportações

Image 8573

Um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a evolução dos sectores industriais tradicionais, entre 1993 e 2011, revela que a indústria têxtil perdeu dois terços do seu peso nas exportações. Se em 1993 os produtos têxteis representavam quase 30 por cento dos bens exportados, em 2010 esta percentagem foi de 10 por cento.

A esta redução do valor exportado «não é alheia a liberalização do comércio internacional, sobretudo devido à concorrência dos produtos provenientes da China e à deslocalização de empresas para outros países», explica o INE.

O sector ocupa agora o terceiro lugar das exportações nacionais depois de ter sido ultrapassado pelo material de transporte e pelo equipamento eléctrico e de óptica.

Os produtos das indústrias alimentares, bebidas e tabaco, pelo contrário, ganharam importância passando da quinta posição nas exportações, em 1993, para o quarto lugar em 2010.

Já os produtos de couro, onde se inclui o calçado, perderam peso (de 9,9 para 3,9 por cento), o mesmo acontecendo com os produtos florestais que representaram, em 2010, pouco mais de sete por cento das exportações (10,4 por cento em 1993).


Faleceu Pedro Vieira de Almeida

Image 8574

O arquitecto Pedro Vieira de Almeida, certamente uma das personalidades mais marcantes da arquitectura portuguesa do séc. XX, faleceu na segunda-feira, 12, aos 78 anos de idade, vítima de doença súbita.

Arquitecto, urbanista, professor, crítico e teórico de arquitectura de qualidade singular, toda a sua actividade é marcada por uma atitude intelectual de questionamento crítico, que o colocou em diversas ocasiões no centro de vivas e frutuosas polémicas.

«Antifascista de sempre, membro do PCP desde há muitas décadas, deu sempre ao Partido o contributo da sua viva inteligência e aguda sensibilidade crítica, do profundo conhecimento que possuía sobre a arquitectura portuguesa enquanto disciplina e enquanto profissão, da persistente reflexão que fazia acerca das formas de apropriação do marxismo pelos intelectuais e das formas de integração dos intelectuais no processo histórico de transformação social», lê-se numa nota da Direcção do Sector Intelectual da ORL do PCP.


<i>José e Pilar</i> vai aos Óscares

Image 8575

O documentário José e Pilar, de Miguel Gonçalves Mendes, é o filme escolhido para representar Portugal no concurso para Melhor Filme Estrangeiro dos Óscares de Hollywood.

Segundo informa, em comunicado, o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), a selecção coube «a uma comissão composta por representantes de associações do sector, previamente submetida à aprovação da Academia Americana de Artes e Ciências Cinematográficas».

O documentário sobre a vida em comum do escritor e Nobel português da Literatura, José Saramago, e da sua companheira de décadas, a jornalista e tradutora Pilar del Rio, já foi exibido em Portugal, Espanha e Brasil e será distribuído em breve nos Estados Unidos.

Os nomeados para os Óscares de 2012 serão conhecidos a 24 de Janeiro. A cerimónia decorrerá no dia 26 de Fevereiro em Los Angeles, Califórnia. Portugal nunca conseguiu uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro.


Líder vietnamita morre aos 99 anos

Image 8576

Vo Chi Cong, fundador da Frente de Libertação do Vietname do Sul, faleceu dia 7, aos 99 anos, num hospital da cidade de Ho Chi Minh.

Nascido na província de Quang Nam, aderiu ao Partido Comunista da Indochina em 1935. Desde 1961 e até à queda de Saigão (actual Ho Chi Minh) em 1975, Vo Chi Cong desempenhou o cargo de vice-presidente da Frente de Libertação do Vietname do Sul. Um ano depois do final da guerra, foi nomeado primeiro-ministro.

Retirou-se da vida política em 1997, depois de ter ocupado a chefia de Estado entre 1987 e 1992, durante a etapa de abertura económica conhecida por «doi moi».


«O povo amava Kadhafi», disse Berlusconi

Os acontecimentos na Líbia não resultaram de «um levantamento popular» mas foram provocados por «homens de poder» decididos a afastar Muammar Kadhafi, declarou o primeiro-ministro italiano Sílvio Berlusconi, num encontro com jovens do seu partido, dia 9, em Roma.

E explicou: «Não se tratou de um levantamento popular porque Kadhafi era amado pelo seu povo, como pude verificar durante a minha deslocação à Líbia».

O primeiro-ministro italiano, que mantinha estreitas relações com o regime líbio até ao início da rebelião, referiu ainda que a reconciliação com o regime de Tripoli «garantiu-me não apenas a simpatia da Líbia mas de numerosos dirigentes de países africanos» e assim «pudemos consolidar a nossa presença, importante para os fornecimentos de gás e petróleo».


O 11 de Setembro no Chile

Image 8577

Foi no dia 11 de Setembro de 1973 que os militares encabeçados por Augusto Pinochet levaram a cabo o golpe de Estado que derrubou o presidente eleito democraticamente Salvador Allende.

Após o bombardeamento do Palacio de la Moneda, sede do governo, onde o presidente Allende se entrincheirou, as forças golpistas ocuparam a cidade, iniciando uma feroz ditadura fascista que se prolongou por 16 anos.

Há muito que a CIA reconheceu oficialmente a sua participação na organização e execução do golpe, processo que, segundo a própria agência norte-americana, foi iniciado no preciso momento da vitória eleitoral de Allende.



Resumo da Semana
Frases