Greve geral a 24 de Novembro

O Conselho Nacional da CGTP-IN, reunido anteontem e ontem, em Lisboa, decidiu convocar uma greve geral para o dia 24 de Novembro, dando seguimento às lutas já realizadas contra o programa de agressão, imposto pelo FMI, o BCE e a UE

A necessidade de alargar e generalizar a luta dos trabalhadores e das outras camadas sociais atingidas pela ofensiva, sem precedentes, desencadeada pelo Governo do PSD e do CDS, contra os trabalhadores, o povo e o País, tem sido insistentemente salientada pela central, que inicia hoje uma semana de luta, com plenários, acções de esclarecimento, tribunas públicas, greves e paralisações parciais – destacando-se a concentração do sector dos transportes, hoje, e o plenário nacional da Administração Pública, amanhã (ver pág.s 12 e 21).

 

Grécia

 

A CGTP-IN enviou uma saudação ao movimento sindical grego, no dia em que se iniciou, com grande adesão, uma greve geral de 48 horas (ver pág. 26). «Governos submissos aos interesses do grande capital e das grandes potências europeias impõem o retrocesso económico e social e atentam contra direitos e garantias constitucionais e comprometem o futuro dos países e das gerações vindouras», refere-se no texto divulgado pela Intersindical, assinalando que «também em Portugal, como noutros países europeus, enfrentamos as mesmas políticas e os programas de agressão da troika FMI, UE, BCE».



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: