Aconteu
Freguesias sim!

Image 9306

Quando se comemoraram os 35 anos das primeiras eleições do Poder Local livres e democráticas, constituída por eleitos do Poder Local, representantes dos trabalhadores de autarquias e do movimento associativo popular, foi criada a Plataforma «Freguesias Sim! Proximidade dos Serviços das Populações».

O seu objectivo, como se pode ler em www.freguesiassim.com, é «defender as freguesias, a identidade do povo e a coesão social». Pretende, de igual forma, «assumir-se como um factor de dinamização da acção em defesa das freguesias e das populações que representam, um espaço de informação e divulgação da actividade promovida que converja para este objectivo, um elemento de animação e de estímulo ao esclarecimento e divulgação de opinião vinculada à defesa do Poder Local democrático, à afirmação das freguesias no quadro da administração local, à promoção de valores de proximidade e participação que só as juntas de freguesia, enquanto órgãos de poder e representação política, podem assegurar».

A Plataforma é constituída por Nuno Cavaco, presidente da Junta de Freguesia da Baixa da Banheira/Moita, Mara Figueiredo, presidente da Junta de Freguesia do Laranjeiro/Almada, Ângela Catarino, presidente da Junta de Freguesia de Lavre/Montemor-o-Novo, Manuel Nobre, presidente da Junta de Freguesia de Ervidel/Aljustrel, Artur Martins, dirigente da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto, Isabel Rosa e João Avelino, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local, e Ernesto Costa, presidente da Junta de Freguesia de Santa Iria da Azoia/Loures.


Encerramento de esquadras no Porto

Image 9307

Pedro Carvalho, vereador da Câmara do Porto, acompanhado de outros eleitos e activistas da CDU, visitou, sexta-feira, várias esquadras da PSP ameaçadas de encerramento, nomeadamente as das ruas do Paraíso, João de Deus e Praceta Coronel Pacheco. Uma situação que, a par da indefinição da abertura da sucessivamente prometida nova esquadra de Aldoar, vai se traduzir «num agravamento do sentimento de insegurança», assim como «numa redução ainda maior dos efectivos e dos meios operacionais disponíveis».

«A ideia, invocada pelo Governo, de que o encerramento de esquadras e postos liberta recursos e efectivos para o patrulhamento de rua é falsa, na medida em que apenas servirá para criar pretextos para novos cortes no futuro próximo, suportados num suposto excesso de efectivos para a nova e mais reduzida rede de esquadras e postos, e, por outro lado, porque não resolve o facto da maioria das viaturas da PSP se encontrarem actualmente paradas aguardando por reparações e manutenção», relata a CDU.


Indignação contra as portagens

Entraram em vigor, no dia 8 de Dezembro, depois de muita contestação, que promete continuar, as portagens nas SCUT, que vão custar para um veículo de «classe 1» entre 11,60 a 19,30 euros.

Em nota de imprensa, a Comissão de Utentes da A23 do Médio Tejo fez um apelo ao boicote na utilização da A23, ao protesto, ao buzinão, ao entupimento das vias urbanas que o Governo aponta como «alternativas».

«Depois de alguns eleitos terem andado a "encanar a perna à rã" relativamente ao troço do antigo IP6 (entre a A1 e Abrantes) resta-nos a indignação contra os que não souberam honrar os interesses da população do distrito, quer no Poder Local, quer na Assembleia da República», acusam os utentes, que estão convictos de que «as receitas imediatas das portagens nunca poderão compensar os prejuízos acumulados para as regiões do interior e para o País, no seu todo, e o retrocesso económico e social dai resultante».


Protesto em Santa Justa

Image 9308

A população de Santa Justa, Couço, cortou simbolicamente, no domingo, a ponte que foi interditada ao trânsito em Novembro, por necessitar de reparação urgente, tendo a GNR identificado, depois do protesto decorrer, três pessoas, apesar de a população se ter juntado e exigido que fossem todos identificados. Em causa está a desresponsabilização com o estado de degradação e oscilação do tabuleiro da ponte, face ao qual três entidades (Câmara de Coruche, Associação de Beneficiários do Vale do Sorrais e Estradas de Portugal) ainda não se entenderam acerca da resolução do problema.


Medalha de prata na Eslovénia

Image 9309

A atleta portuguesa, Ana Dulce Félix, conquistou, domingo, a medalha de prata na prova de seniores femininos do Campeonato Europeu de Corta-Mato, na Eslovénia. Portugal conquistou mais um 2.º lugar em equipas femininas e duas medalhas de bronze.



Resumo da Semana
Frases